3 fatores pouco conhecidos que causam prisão de ventre

A prisão de ventre é um dos problemas que incomodam, principalmente, as mulheres. Confira 3 fatores que podem favorecer essa doença!

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/12/2016 às 13:04
Atualizado às 12:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A prisão de ventre é um dos problemas que incomodam, principalmente, as mulheres. Entre as causas estão algumas velhas conhecidas, como má alimentação e baixa ingestão de água. Contudo, existem outros fatores – considerados improváveis – capazes de comprometer o funcionamento do intestino e ocasionar a prisão de ventre. Que tal conferir 3 deles?

mulher barriga prisao ventre dor

Foto: Shutterstock

1. Hipotireoidismo

Essa doença é caracterizada pela baixa produção de hormônios pela tireoide, uma glândula localizada no pescoço e responsável por produzir diversos hormônios que atuam por todo o corpo. Portanto, quando a pessoa tem hipotireoidismo, é comum que apareçam problemas de saúde, inclusive aqueles relacionados ao intestino e ao estômago. É que a digestão pode ficar mais lenta, dificultando a evacuação.

2. Uso indevido de laxantes

Utilizar esse tipo de medicamento, uma vez ou outra, não traz riscos à saúde. Entretanto, quando a pessoa não tem moderação e utiliza com frequência os laxantes, é bem provável que a prisão de ventre apareça. Isso porque alguns remédios desse tipo podem gerar uma lesão nos nervos que comandam o intestino, criando uma dependência ao uso do remédio – o que compromete a eficácia do intestino.

mulher barriga fita metrica short azul top

Foto: Shutterstock

3. Diabetes

Sabia que essa doença pode prejudicar o trânsito intestinal? É que o diabetes pode causar danos aos nervos do corpo (problema conhecido como neuropatia diabética), incluindo aqueles que transmitem estímulos para que o intestino se movimente corretamente. E o resultado é a prisão de ventre. 

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.