ESTILO DE VIDA

Veja cinco fatores que contribuem com o aparecimento do diabetes

Alguns hábitos se fatores que contribuem com o aparecimento do diabetes. Descubra quais são algumas das principais causas da doença e previna-se!

None
Caneta de insulina, aveias, cereais

por Redação Alto Astral
Publicado em 27/04/2017 às 13:13
Atualizado às 13:45

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O diabetes apresenta vários tipos de associações, sendo que cada um é causado por fatores diferentes. Um dos tipos mais comuns, o diabetes tipo 1, é descoberto quando o indivíduo ainda é criança. Mas o caso mais registrado e que se desenvolve a partir de exposição a fatores de risco é o diabetes tipo 2, que pode ser causado por maus hábitos alimentares e sedentarismo. Veja quais são os principais fatores que contribuem com o aparecimento do diabetes.

Saiba mais sobre os fatores que contribuem com o aparecimento do diabetes!

Para afastar a doença, é necessário adotar uma alimentação saudável, unindo-a aos exercícios físicos e não abusando de alimentos calóricos. FOTO: iStock.com/Getty Images

1. Obesidade

O sobrepeso é o maior e mais perigoso fator de risco para o desenvolvimento do diabetes tipo 2. A chance aumenta gradativamente a partir de um IMC (Índice de Massa Corpórea) superior a 25. A obesidade é um fator tão importante, que alguns indivíduos conseguem deixar de ser diabéticos apenas emagrecendo. Quase todos os pacientes que possuem o tipo 2 estão acima do peso. “Com o aumento de tamanho das células de gordura, diminui o número de seus receptores; e elas respondem menos a uma quantidade de insulina que antes era insuficiente. Para vencer essa resistência é necessária uma maior quantidade de insulina”, destaca Alfredo Cury, endocrinologista.

2. Sedentarismo

Um estilo de vida sedentário reduz a queima de calorias, promove acúmulo de peso e aumenta o risco de diabetes tipo 2. Dentre os comportamentos sedentários, assistir a televisão por muito tempo é um dos mais comuns, estando comprovadamente associado com o desenvolvimento da obesidade e, por consequência, da doença. A atividade física regular não só ajuda a controlar o peso, como também aumenta a sensibilidade do organismo à insulina, auxiliando no controle dos níveis de glicose no sangue. Tanto a musculação quanto exercícios aeróbicos ajudam a evitar o diabetes tipo 2.

3. Idade

Embora seja uma doença cada vez mais registrada em pessoas jovens, o diabetes tipo 2 segue sendo muito mais comum em indivíduos com mais de 45 anos de idade. Possivelmente, a queda na massa muscular, o desaceleramento do metabolismo e o aumento da gordura corporal que ocorrem com o envelhecimento desempenham papel fundamental nesses pacientes.

4. Hipertensão e colesterol elevado

Pacientes hipertensos apresentam maior risco de terem diabetes. Alguns medicamentos usados no tratamento da hipertensão, como diuréticos e betabloqueadores, interferem na ação da insulina, aumentando o risco de diabetes. Também é registrado um número significativo de pacientes com níveis elevados de colesterol ruim (LDL).

5. Dieta hipercalórica

A dieta ocidental, baseada no consumo de carnes vermelhas processadas, doces e refrigerantes acaba causando uma associação ao risco de desenvolvimento do diabetes tipo 2. O consumo regular de cereais, vegetais, soja e fibras reduz o risco da doença.

Texto: Redação Alto Astral

Consultoria: Alfredo Cury, endocrinologista

LEIA TAMBÉM: