ESTILO DE VIDA

Entenda como a prática de exercícios físicos fortalece a saúde do cérebro!

A prática de exercícios fortalece a saúde cérebro, além de ser muito benéfica para a saúde do coração e dos músculos do corpo.

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 24/02/2017 às 09:01
Atualizado às 16:29

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O que você pensa em relação às maneiras de melhorar o desempenho da sua mente? Passatempos lúdicos, leitura de livros, assistir a filmes e documentários inspiradores e atividades artísticas são as formas mais conhecidas de turbinar o cérebro com raciocínio mais rápido, criatividade a mil ou alto poder de concentração. Mas a atividade física, tão benéficas para a saúde do coração e dos músculos, também pode proporcionar muita coisa boa para o lado mental. Veja como a prática de exercícios fortalece a saúde cérebro.

“Choque” positivo

“Todas as células nervosas são afetadas positivamente pela prática de exercício físico”, pontua o nutricionista esportivo e doutor em fisiologia do exercício Ricardo Zanuto. Isso porque a prática de qualquer tipo de atividade física deixa o cérebro mais desperto, e sua atividade elétrica fica mais intensa. Com mais conexões ativas, a mente está mais preparada para aprender. A prática de exercício físico promove também a liberação do fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), uma proteína endógena responsável por regular a sobrevivência neuronal e a plasticidade sináptica, ou seja, a forma como os neurônios alteram sua capacidade de intercomunicação.

mulher fazendo exercícios, prática de exercícios fortalece a saúde cérebro

Foto: Shutterstock

“O BDNF tem sido estudado em situações como a depressão e a dor crônica”, complementa Ricardo. Além disso, a atividade física estimula diversos setores do cérebro responsáveis pela locomoção, sensação e percepção, gerenciamento de emoções, dentre outros, que são fundamentais para o sucesso nas tarefas diárias. “Um cérebro estimulado e ativo é um cérebro mais bem preparado para os desafios do dia a dia: além de dar conta das tarefas com mais velocidade e qualidade, tende a se recuperar mais rápido também”, ressalta o psicólogo esportivo Eduardo Cillo.

E, como resultado de toda atividade física,há o aumento do fluxo sanguíneo por todo o organismo – inclusive no cérebro. Esse processo permite que sejam criadas novas vias para a sua irrigação, fornecendo a ele mais oxigênio e glicose, substâncias necessárias para o seu bom funcionamento.

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Edição: Angelo Matilha Cherubini

Consultorias: Ricardo Zanuto, nutricionista esportivo e doutor em fisiologia do exercício; Eduardo Cillo psicólogo esportivo.