Saiba como escolher os melhores exercícios para regular a tireoide

Os exercícios físicos são importantes em qualquer momento da vida e também na prevenção e tratamento de doenças. Veja alguns exercícios para a tireoide!

None
A corrida é um dos bons exercícios para a tireoide. FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 14/03/2017 às 10:35
Atualizado às 13:37

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Deixar o sedentarismo de lado não só ajuda quem sofre com as disfunções da glândula, mas também quem preza por mais saúde. Dentre as muitas opções de atividades físicas, é possível encontrar a que mais se adequa ao seu perfil, assim como aquela indicada para o problema envolvido. No entanto, alguns cuidados são necessários, na hora de escolher os exercícios para regular a tireoide. Veja como pode ser feita a escolha e inspire-se!

exercícios para a tireoide

A corrida é um dos bons exercícios para a tireoide. FOTO: Shutterstock.com

Escolha seu preferido!

Pessoas que apresentam distúrbios tireoidianos e querem se movimentar podem encontrar nas atividades físicas excelentes aliadas. No entanto, é preciso seguir uma regra: indivíduos com hipotireoidismo devem focar em exercícios mais intensos como corrida, natação, vôlei, boxe e ciclismo. Já quem possui hipertireoidismo deve se concentrar em atividades moderadas, como caminhada, yoga, hidroginástica e pilates.

Que tal uma corrida?

O exercício promove uma grande perda calórica, além de ajudar a acelerar o metabolismo. Para praticá-lo, são necessários apenas um bom par de tênis com amortecimento específico e roupas leves, que permitam a liberdade dos movimentos. “Por ser uma atividade aeróbica, seus movimentos rápidos com baixa intensidade exigem mais energia do que o corpo é capaz de produzir em um curto período. Logo, o organismo passa a queimar as incômodas gordurinhas para servir de combustível”, afirma o ortopedista e médico do esporte Maurício Póvoa Barbosa

Esporte dentro d’água

Outro exercício aeróbico que merece destaque é a natação. Além de diminuir os impactos sobre as articulações, a modalidade exige do corpo mais esforço e gasto calórico, proporcionando resultados que podem ser percebidos em pouco tempo.

Força e equilíbrio

O método, criado por Joseph Pilates, tem como objetivo a fortificação e estabilidade do organismo. Embora os exercícios sejam leves e de baixo impacto, eles necessitam de força e concentração durante toda a realização dos movimentos. “O pilates aumenta a flexibilidade, promove o delineamento muscular e o fortalecimento da musculatura estática, trabalha o realinhamento postural, promove a consciência corporal, desenvolve a coordenação motora, a concentração, a respiração, além do aspecto lúdico dos exercícios e equilíbrio articular. A técnica ainda reabilita e dá mobilidade funcional às pessoas”, comenta o educador físico Thiago Martinez.

Texto: Redação Alto Astral

Consultoria:  Maurício Póvoa Barbosa, ortopedista e médico do esporte

LEIA TAMBÉM: