ESTILO DE VIDA

Exercícios na gravidez: mantenha o corpo ativo durante os nove meses!

Personal da jornalista Fernanda Gentil orienta as mamães sobre como é possível manter o corpo ativo durante os nove meses com exercícios na gravidez

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 30/06/2017 às 16:02
Atualizado às 13:40

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

As futuras mamães encontram muitos benefícios nas atividades físicas feitas com regularidade e acompanhamento profissional. Um exemplo é a jornalista Fernanda Gentil, que em 2015 até ganhou um quadro no Esporte Espetacular, chamado Mamãe Gentil, que acompanha toda a sua rotina de exercícios na gravidez. Para aproveitar o melhor que as atividades físicas podem oferecer, Malu conversou com Roberta Gabriel, a personal trainer da global, que dá todas as dicas e orientações para um bom treino.

O melhor período

Antes de começar, é preciso respeitar algumas condições: ter acompanhamento médico, um bom pré-natal e o aval do obstetra para a realização dos treinos. “De maneira geral, os médicos liberam a prática regular de exercícios após 12 semanas (3 meses) de gravidez, e sigo à risca a indicação médica. Com a minha experiência profissional, procuro trabalhar até 38 semanas (9 meses), se a gestação avançar até 40-42 semanas, procuro deixar essa mamãe mais introspectiva e com atividades mais suaves, movimento por prazer”, explica Roberta.

Rotina de exercícios na gravidez

O planejamento é fundamental para garantir a saúde da mamãe e do bebê. É preciso dosar a intensidade dos exercícios, há períodos em que eles serão intensos ou leves. “Para montar uma planilha de atividade física para uma grávida, avalio primeiro a sua condição obstétrica. Se a gestação estiver caminhando saudável, dentro do esperado para cada fase de desenvolvimento, é possível passar para a avaliação do condicionamento físico. O terceiro ponto importante é avaliar o ganho de peso”, esclarece a personal. “Manter a rotina de exercícios ajuda a prevenção de doenças, como diabetes gestacional (controle da glicose no sangue) e pré-eclâmpsia (aumento da pressão arterial – hipertensão na gravidez)”, finaliza Roberta.

Benefícios

Os exercícios na gravidez garantem disposição, melhora da autoestima e postura, prevenção de dores na coluna e nos quadris, diminuição do inchaço, controle do peso, preparação para o parto e ajuda a voltar à boa forma mais rapidamente.

Treino de Fernanda

“De acordo com o condicionamento físico da Fernanda, tive como prioridade o circuito funcional e a corrida, isso até o final do segundo trimestre”, disse a especialista. A partir do terceiro trimestre precisei ajustar tecnicamente para uma prática mais suave, como por exemplo, a troca da corrida pela hidroginástica”, comenta Roberta. No oitavo mês de gestação da jornalista, a personal também incentivou a prática de pilates. A modalidade permite melhorar a postura, minimizar o desconforto, trabalhar a frequência cardíaca, a concentração e a respiração. Diminuindo a intensidade das atividades, a personal também ajuda com o ganho de peso do bebê nessa reta final.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Roberta Gabriel, personal trainer

LEIA TAMBÉM