ESTILO DE VIDA

A relação entre os exercícios físicos e o funcionamento das emoções

Fazendo atividades físicas, estimula-se o funcionamento das emoções através do sistema nervoso autônomo, equilibrando os ramos simpático e parassimpático.

None
Foto: yanalya/Freepik

por Redação Alto Astral
Publicado em 24/02/2017 às 06:01
Atualizado às 16:30

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

As atividades físicas, principalmente as aeróbicas (como a caminhada e a corrida), estimulam o funcionamento das emoções através do sistema nervoso autônomo, equilibrando os ramos simpático e parassimpático, responsáveis pela regulação da atividade de diversas estruturas do organismo humano, inclusive aquelas que gerenciam as emoções. “Neste sentido, a atividade física produz um aumento da resistência do corpo e da mente quanto aos efeitos de estímulos estressores. Um praticante de atividade física tende a ter menos ansiedade e, portanto, maior capacidade de adaptação a mudanças no ambiente ao seu redor”, salienta Eduardo Cillo, psicólogo esportivo e doutor em psicologia experimental.

mulher fazendo exercícios físicos, funcionamento das emoções

Foto: yanalya/Freepik

Outro fator importante é a presença de compostos químicos naturais benéficas à saúde mental enquanto o corpo se mexe. “Durante a atividade física, nosso organismo libera substâncias que aumentam a sensação de bem-estar e prazer, como a endorfina, considerada um analgésico natural, auxiliar na redução do estressee da ansiedade”, afirma Ricardo Zanuto, professor doutor em fisiologia do exercício.

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Edição: Angelo Matilha Cherubini

Consultorias: Ricardo Zanuto, professor doutor em fisiologia do exercício, nutricionista clínico e esportivo, profissional de educação física; Eduardo Cillo, psicólogo esportivo e doutor em psicologia experimental.