Quer um treino diferente? Conheça dois exercícios com corda!

Os benefícios do exercício com corda são muitos: mais força e a saúde do coração se mantém em dia graças a resistência cardiorrespiratória que é adquirida!

None
Se a ideia é o exercício com corda, essa é a recomenda pelos profissionais da área FOTO: pixabay.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 22/08/2017 às 11:00
Atualizado às 14:01

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Não gostar de ir à academia é normal: nem todo mundo se sente bem em malhar na frente de mais pessoas e alguns não têm tempo para se deslocar até o local. Mas isso não é desculpa para não praticar exercícios físicos. Afinal, existem várias atividades que podem ser praticadas sem sair de casa e, o melhor: sem gastar muito dinheiro. O exercício com corda pode facilitar sua vida, pois é prático, fácil e ainda não tem problema de fazer em casa!

Simples, barato, eficiente

Basta ter um lugar espaçoso na casa, uma corda e colocar um tênis confortável. Pular corda serve para emagrecer e melhorar o condicionamento físico. “Como qualquer atividade cardiorrespiratória, tem-se um aumento do bem-estar provocado por uma liberação hormonal (de endorfina), alto gasto calórico, melhoria dos níveis de colesterol e glicemia, redução da pressão arterial, etc.”, afirma o professor de educação física Marcus Mattos.

mulher

Esse exercício de corda deixou de ser apenas uma brincadeira de  criança. Nas academias tem ganhado cada vez mais espaço para auxiliar no condicionamento do corpo. FOTO: shutterstock.com

Antes de mais nada…

É preciso se certificar de que a pressão arterial está controlada. Também é necessário conhecer a frequência cardíaca máxima a ser atingida, calculada subtraindo a idade de 220 (220 – Idade). Assim, um indivíduo de 25 anos não deve ultrapassar os 195 batimentos cardíacos por minuto. O ideal, na verdade, é ficar entre 65 e 85% da frequência máxima e usar um frequencímetro para controlar os batimentos. A atividade também é contraindicada para quem tem problemas nas articulações ou lesões nos ossos ou músculos.

mulher

Esse exercício com corda é comum no cross fit e busca a resistência cardiorrespiratória, força, flexibilidade, velocidade e coordenação. FOTO: shutterstock.com

Nova opção

Outro exercício com corda que tem ganhado espaço, porém esse é mais comum nas academias por causa do uso da corda naval (mas se você tiver um lugar na sua, por exemplo, uma árvore no quintal, nem vai precisar de academia): é o famoso ondas alternadas, que basicamente visa manter as pontas das cordas em intenso movimento sem parar, fazendo ondas, como na imagem. A corda fica presa em uma extremidade e você em outra segura as duas pontas da corda fazendo o movimento. Esse é um treino de pura força, que foi criado por John Brookfield.

 Do que você precisa?

  • Corda de 15m  com diâmetro de 1,5 pol ( de preferência corda de sisal)

Posição adequada

  •  Pés afastados na largura dos ombros, joelhos levemente flexionados e corpo suavemente curvado.
Consultoria  Marcus Mattos, professor de educação física
Leia também:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.