O excesso de peso das mochilas pode causar alguns problemas para a saúde das crianças!

Atenção pais: o excesso de peso das mochilas das crianças precisa ser evitado ao máximo, pois alguns problemas na coluna podem surgir!

None
O peso da mochila não pode ultrapassar 15% do peso da criançaFOTO shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 15/08/2017 às 11:00
Atualizado às 14:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A volta às aulas traz sempre uma preocupação para os pais com crianças em idade escolar: o excesso de peso das mochilas. Isso porque, apesar do projeto de lei 66/2012 de 2013 (que propõe que o peso da mochila não ultrapasse 15% do peso da criança que a carrega),  muitos alunos ainda levam malas mais pesadas do que o considerado ideal. E caso isso não seja uma preocupação, os pais precisam ficar atentos, pois o excesso de peso das mochilas podem trazer algumas consequências negativas para os pequenos. Tais problemas podem ser levados para a vida adulta!

menina sendo atendida

Os problemas na coluna que podem surgir são possíveis de serem tratados. FOTO: shutterstock.com

O excesso de peso das mochilas pode levar a lesões preocupantes, como o aumento da cifose torácica (“encurvado”), além de desgastes nos discos e/ou articulações (artrose) e outras alterações posturais. É importante, desta forma, ficar atentos para algumas dicas:

  • Confira a mochila para certificar-se de que os itens que o seu filho está levando são realmente necessários
  • Dê preferência para alças acolchoadas
  • A mochila deve ajustar-se à coluna sem folga. Ela solta puxa o corpo para trás, forçando os músculos e fazendo a criança curvar os ombros
  • Objetos mais pesados devem ficar no espaço principal
  • O fundo da mochila deve estar na altura da curva lombar, nunca a mais de 10 cm abaixo da região da cintura
  • Não deixe a criança levar a mochila em uma única alça, sobrecarregando apenas um dos ombros
  • Mochila de rodinhas é uma excelente solução, mas atenção: a alça tem de estar regulada de forma que a coluna fique reta, para não sobrecarregar os quadris e os joelhos

Consultoria Vanessa Mastro, Assessoria de Imprensa e Comunicação

Leia também:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.