ESTILO DE VIDA

Estresse causa várias reações no corpo. Conheça quais são

Efeito natural do ser humano, o estresse deixa o corpo em estado de alerta. Porém, permanecer nesse estado por muito tempo pode trazer prejuízos à saúde física e mental.

None
FOTO: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/08/2016 às 18:44
Atualizado às 21:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O momento de estresse deixa o corpo em estado de alerta permanente contra inimigos externos e internos. O terapeuta quântico Wallace Lima explica que o estado estressante remete às experiências do homem das cavernas, quando situações de perigo iminente precisavam ser enfrentadas: “nosso corpo foi projetado para suportar e conviver com o estresse em situações emergenciais e nos desafios cotidianos”.

Estresse pelo corpo

É importante destacar que tanto o estresse positivo quanto o negativo causam reações fisiológicas similares. “Seja o físico, químico ou emocional, cada tipo ativa cerca de 1.400 reações e produz mais de 30 hormônios e neurotransmissores no corpo”, explica o terapeuta quântico.

homem estresse

FOTO: Shutterstock Images

Tamanha alteração no organismo gera um turbilhão de reações. “Se seu estilo de vida faz com que você viva em um ambiente estressante, seja por um motivo conhecido ou até inconsciente, o seu corpo não terá como retornar ao estado de equilíbrio, pois você se sente em um estado de ameaça permanente”, afirma Wallace. Esse desequilíbrio acaba por comprometer o estado geral do organismo, gerando, muitas vezes, problemas de saúde, já que o corpo não é preparado para viver em estado de estresse constante.

Menos energia será disponibilizada para a nutrição celular adequada e eventuais reparos nas células enfraquecidas pelo estresse. “Para economizar energia em momentos de perigo, as células suprimem a comunicação com as demais células, ficando centradas na sua própria sobrevivência. Toda a energia focada em se defender leva ao enfraquecimento dos sistemas do corpo”, conta o especialista.

A partir de então, os sistemas endócrino, imune, digestivo e nervoso são comprometidos, o que cria condições favoráveis para o aparecimento de inúmeras doenças. Depressão, úlcera, diabetes e até câncer são alguns exemplos que são influenciados por situações estressantes constantes. “No Brasil, 80% das pessoas morrem em função das doenças crônicas, e fica cada vez mais evidente que o ambiente de estresse permanente e de falta de cuidados preventivos da maioria das pessoas está por trás desse número”, destaca Wallace.

Veja mais:

Estresse: entenda como ele afeta sua saúde e sua mente

Mande o estresse para longe!

Aprenda como usar o estresse a seu favor

Consultorias: Ana Maria Rossi, presidente da International Stress Management Association (ISMA-BR), copresidente da divisão de saúde ocupacional da Associação Mundial de Psiquiatria (WPA) e diretora da clínica de Stress e Biofeedback (www.anamrossi.com.br); Wallace Liima, professor de pós-graduação em saúde quântica, escritor e terapeuta quântico.

Texto e entrevistas: Natália Negretti – Edição: Augusto Biason/Colaborador