Espinhas na juventude significa envelhecer mais lentamente

As espinhas são o terror de muitas pessoas, principalmente adolescentes. Mas, uma pesquisa indica que elas podem significar um envelhecimento mais lento.

None
FOTO: Reprodução

por Redação Alto Astral
Publicado em 06/10/2016 às 19:10
Atualizado às 11:43

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Você sofre ou já sofreu com espinhas? O pesadelo de muitos adolescentes pode, finalmente, ser encarado como algo positivo. Isso porque uma pesquisa, que foi publicada pelo Journal of Investigative Dermatology e feita pelo King’s College Londres, na Inglaterra, concluiu que as espinhas podem significar uma pele mais bonita com o passar dos anos. Será?

rosto-espinha-dedo-apontando

FOTO: Reprodução

Os cientistas concluíram que, quem enfrentou o problema na juventude, está mais suscetível a ter telômeros maiores (que nada mais são do que parte da estrutura dos cromossomos) em seus glóbulos brancos. Esse fator contribuiria na proteção das células, o que minimizaria os inevitáveis – e indesejáveis – efeitos da idade.

Para compreender melhor, os telômeros, com o passar do tempo, quebram e encolhem, fazendo com que as células morram. Isso é parte natural do envelhecimento humano, e o processo está ligado à perda de juventude da pele (mesmo que sutil). Os cientistas dessa pesquisa analisaram células de 1.205 gêmeos para concluí-la.

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.