Espinha ajuda a manter a pele mais jovem na vida adulta

Ter espinha pode parecer fim do mundo para os adolescentes, entretanto, o fato pode ter seu lado bom. Pelo menos é o que aponta uma pesquisa recente

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/10/2016 às 18:56
Atualizado às 11:43

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Ter espinha na adolescência pode parecer fim do mundo para os jovens, entretanto, o fato pode ter seu lado bom. Pelo menos é o que aponta um estudo feito pelo King’s Colleg, de Londres. De acordo com a pesquisa, pessoas que tiveram espinha na adolescência tendem a manter a aparência jovem por mais tempo. O estudo, feito com 1.205 irmãs gêmeas, apontou que adolescentes com espinha conservam sua pele por um período mais longo de tempo, enquanto os que têm aquela pele perfeita tendem a envelhecer mais rápido. Os especialistas acreditam que isso acontece porque as espinhas ajudam a construir um tipo de proteção natural contra o envelhecimento, retardando o aparecimento de rugas e outras características típicas de pessoas mais velhas.

pesquisa-espinha-pele-jovem-futuro

FOTO: Shutterstock

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.