Dúvidas para escolher o protetor solar? Confira algumas dicas!

Muitas dúvidas surgem na hora de escolher o protetor solar ideal. Por isso, dar atenção a alguns detalhes pode facilitar na hora da decisão

None
Saber escolher o protetor ideal é extremamente importante para a saúde da pele. FOTO: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 30/08/2017 às 07:00
Atualizado às 14:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O inverno brasileiro é caracterizado por dias ensolarados, secos e de temperatura amena. Esses dias, assim como os de calor excessivo, também demandam cuidados com a pele e a escolha apropriada de um protetor solar que atenda às necessidades de cada um. Mas, na hora de escolher o protetor mais adequado, o consumidor se depara com uma prateleira repleta de opções.

Diante delas, surgem muitas dúvidas: qual é a mais adequada ao meu tipo de pele? Maior preço é sinônimo de eficiência? Além disso, é comum ouvir de alguém que comprou um protetor solar em outro país, que certas marcas e tipos não estão disponíveis no mercado brasileiro. Eles são melhores do que os comercializados nacionalmente? Para acabar com esses questionamentos, preparamos algumas dicas para te ajudar a escolher o protetor ideal. Confira!

Regionalidade

Os produtos desenvolvidos e produzidos aqui são feitos especialmente pensando no tipo de pele e nos hábitos dos brasileiros, além de considerarem o clima do país. Sendo assim, não adianta “importar” essa tecnologia após ou durante uma viagem a outros lugares, para aumentar a eficácia. “Os produtos vendidos na Europa ou América do Norte foram feitos sob medida para aquelas regiões, levando em consideração as características da população e o clima, que são muito diferentes do nosso”, diz o diretor de engajamento científico José Pelino.

O local onde a pessoa vive deve ser levado em conta devido a fatores como a incidência de raios solares, que varia de região para região. FOTO: Reprodução

Uso constante

Estudos meteorológicos indicam que o Brasil, por ser um país tropical, tem uma quantidade maior de radiação que chega a ser nociva à saúde humana, se não houver cuidados apropriados com a proteção da pele a exposição solar. Por isso, é importante lembrar que o protetorsolar deve ser um item básico no dia a dia da população.

Um para cada pele

Na hora de escolher o protetor solar, é importante que o consumidor observe qual é o mais adequado para seu tipo de pele, para garantir que sinta conforto durante o uso. Peles secas se adaptam melhor aos protetores que possuem o benefício de hidratação. Protetores que contam com antioxidantes em suas fórmulas podem ser aplicados com objetivo complementar a prevenção contra o envelhecimento precoce da pele. Para peles oleosas são indicados protetores de toque seco e com o benefício do controle de oleosidade e brilho. As versões em spray oferecem mais praticidade e são ideais para o momento de reaplicação do produto.

É necessário escolher o protetor solar que seja mais adequado ao seu tipo de pele, para garantir a eficácia da proteção. FOTO: Reprodução

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: José Pelino, diretor de engajamento científico da Johnson & Johnson

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.