Envelhecimento: como driblar as marcas do tempo?

Protetor solar, limpeza diária, boa alimentação: cuidados importantes em qualquer idade, evitam problemas e diminuem os efeitos do envelhecimento!

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 30/11/2016 às 12:30
Atualizado às 12:50

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O tempo passa e, mesmo com os milhares de produtos oferecidos no mercado, o corpo sente. Aparecimento de rugas, sinais na pele e cabelos brancos parecem simplesmente inevitáveis.  O envelhecimento é inevitável, mas os cuidados com a pele são extremamente importantes desde o início da vida e, além de driblarem os efeitos do tempo, podem ser determinantes na prevenção de certas doenças.

tempo-envelhecimento

Foto: Shutterstock

Protetor solar já!

Como bons habitantes de um país tropical, os brasileiros adoram passar horas ao sol à espera do bronze perfeito. Não que o sol seja proibido (ao contrário, é importante para a saúde), mas o protetor solar é indispensável. “Não existe uma idade padrão para o início do uso. O ideal é que, quando iniciar a exposição solar, seja em praia, piscina, parques ou até mesmo andando na rua, já comece a administração do protetor. O uso deve ser estimulado desde criança para evitar os efeitos cumulativos do sol na pele, que podem causar danos mais tarde, inclusive câncer”, explica a dermatologista Daniela Nunes.

Com o passar do tempo…

Os indesejados cabelos brancos não têm idade definida para começar a aparecer, já que são determinados geneticamente e podem ser favorecidos pelo estresse. “Assim como todas as outras células, a fibra capilar também envelhece, fica enfraquecida, porosa e diminui a sua quantidade de melanina, perdendo a cor. Mas a idade em que aparecem os fios brancos depende do histórico familiar”, comenta Daniela.
As rugas também representam um processo de envelhecimento, com a diminuição do colágeno, da elastina e do ácido hialurônico, compostos responsáveis pela estrutura, elasticidade e hidratação da pele.
O processo de mímica facial, ou seja, de contração dos músculos do rosto, também provoca rugas que, de dinâmicas, passam a ser estáticas ao longo do tempo, aparecendo mesmo em repouso.

mulher-cuidando-envelhecimento-pele

Foto: Shutterstock

Cuidados em todas as idades

Nunca é cedo demais para começar a cuidar da saúde da pele e dos cabelos. “A partir dos 25 anos já começamos o processo de envelhecimento celular, assim temos a diminuição da produção das fibras colágenas e elásticas. Portanto, a partir dessa época, todos os cuidados serão revertidos na idade mais adulta”, esclarece a dermatologista.
A limpeza diária também é fundamental. Devem ser usados sempre produtos específicos para cada tipo de pele, evitando aqueles que são mais gordurosos em peles oleosas.
A água quente é prejudicial tanto para a pele quanto para os cabelos. Procure não deixar os fios presos por muito tempo e, ao realizar tinturas, redobre os cuidados com hidratação e reconstrução capilar.

alimentos-saudaveis

Foto: iStock.com/Getty Images

Uma forcinha dos alimentos

Antioxidante: é essa a ação de certos alimentos que protegem contra o envelhecimento precoce, combatendo os radicais livres liberados pelo estresse oxidativo e favorecendo a saúde e beleza da pele e dos cabelos.
Invista, portanto, em nutrientes como vitamina C (presente em frutas cítricas e vegetais verdes), vitamina A (contida na cenoura e abóbora), vitamina E (concentrada em alimentos como amêndoas, gemas de ovos, azeite e vegetais folhosos), selênio (presente em aves, frutos do mar e castanhas) e zinco (encontrado por exemplo no feijão e no leite).
“Os alimentos são importantes em uma dieta balanceada, que deve ser aliada a um estilo de vida mais saudável, que evite o fumo, a bebida alcoólica, poucas horas de sono e exposição solar”, completa a dermatologista.

Texto: Redação Alto Astral

Consultoria: Daniela Nunes, dermatologista e diretora médica da Slim Clinique, no Rio de Janeiro

LEIA MAIS