ESTILO DE VIDA

Como o processo de envelhecimento afeta o corpo da mulher

Pele e cabelo também estão entre as principais modificações que o organismo feminino sofre após os 40 anos de idade. Saiba de que forma o processo de envelhecimento afeta o corpo da mulher e como prevenir!

None
O processo de envelhecer afeta não somente a pele, mas também o organismo como um todo, podendo, inclusive, gerar ganho de peso. FOTO: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 07/09/2018 às 09:00
Atualizado às 17:08

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quando a mulher atinge os 40 anos de idade, o organismo passa por uma série de modificações que incluem alterações hormonais decorrentes da menopausa e de alterações tireoidianas, como a diminuição do metabolismo, o aumento do ganho de peso, a degradação das fibras de colágeno e elastina e a redução da massa óssea e dos compartimentos de gordura. “Estas modificações refletem na pele das mulheres. Com isso, há a perda do volume e contorno facial, flacidez e rugas ficam evidentes, a textura da pele muda e começam a aparecer os danos cumulativos do sol, como as hiperpigmentações”, explica a dermatologista Valéria Marcondes. Entretanto, não é apenas a pele que sofre com essas modificações. Confira, a seguir, como o envelhecimento afeta o corpo da mulher!

Marcas do tempo

De acordo com a dermatologista Valéria Marcondes, além das alterações na pele, a diminuição do metabolismo, comum nessa idade, leva ao acúmulo de gordura e ao ganho de peso em determinadas áreas do corpo, o que pode afetar a autoestima da mulher. “Além disso, as alterações hormonais e o acúmulo dos danos solares também afetam o cabelo, podendo levar à queda e ao embranquecimento dos fios”, completa. Alguns cuidados básicos podem ser feitos para prevenir a forma como o envelhecimento afeta o corpo da mulher. Acompanhe:

Além dos cuidados citados, é essencial realizar exames laboratoriais para detectar alterações hormonais e, assim, tratá-las. “Caso você já sofra com algum destes problemas, existem procedimentos que podem revertê-los, como a criolipólise para a gordura corporal, a radiofrequência para a flacidez, lasers para as manchas e preenchedores injetáveis e toxina botulínica para as rugas e linhas de expressão. Porém, o mais importante é que você consulte um médico especializado. Apenas ele poderá realizar uma avaliação e indicar o melhor tratamento para cada caso”, finaliza Valéria.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Valéria Marcondes, dermatologista da Clínica de Dermatologia Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia com título de especialista e da Academia Americana de Dermatologia, fundadora e membro da Sociedade de Laser.

LEIA TAMBÉM: