ESTILO DE VIDA

Emoções x comida: aprenda a conciliar e leve uma vida saudável

Descontar as emoções na alimentação não resolve seus problemas, e pior: gera outros. Saiba como reverter esse quadro preocupante.

None
Foto iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 18/10/2016 às 19:54
Atualizado às 20:54

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Descontar as emoções na alimentação não resolve seus problemas, e pior: gera outros, como a obesidade e o efeito sanfona, pois nenhuma dieta mantém a boa forma se você não muda sua relação com a comida. Saiba como reverter esse quadro preocupante.

mulher comendo salada

Foto iStock.com/Getty Images

Emoções x comida: como conciliar?

1 – Observe seu estado emocional antes e depois de ter exagerado nas refeições. Tome consciência do seu comportamento e fique atenta para não descontar as emoções no prato.

2 – Procure e combata as causas de sentimentos que levam a comer mais, como a ansiedade. Você pode até se privar de algo durante a dieta, mas logo voltará aos abusos, pois a compulsão por determinado alimento pode ser apenas o sintoma de um problema mais profundo.

3 – “Acredite que você é capaz de mudar sua postura diante da comida. Ser autoconfiante, pensar positivo e ter muita vontade são passos importantes para se relacionar de forma saudável com os alimentos e perder peso”, explica o médico Rodrigo Federico.

Leia também:

4 – Concilie dieta e vida social. Não permita que o ambiente de trabalho, o ritmo da família ou qualquer festinha faça você sair do regime. Cuidado para que os hábitos dos outros não sejam desculpas (esfarrapadas) para não modificar os seus.

5 – Busque ajuda especializada. Não há nada de errado em reconhecer que você precisa de apoio médico e psicológico para combater a compulsão alimentar, não compensar frustrações nos alimentos ou se livrar de pensamentos que sabotam a dieta. Invista em você mesma!