ESTILO DE VIDA

Dor de cabeça: o que é importante reportar ao médico?

A dor de cabeça afeta inúmeras pessoas e pode ter variadas causas. Por isso, é essencial saber quando se preocupar e procurar ajuda médica!

None
É importante não omitir nenhuma informação do médico para conseguir o diagnóstico preciso. Foto Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 25/04/2017 às 11:55
Atualizado às 13:44

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Por mais que algumas doenças geralmente se manifestem de formas regulares, cada organismo é único. Portanto, é difícil para o médico diagnosticar uma doença por meio de apenas um sintoma. A coisa fica ainda mais complicada quando se trata de dor de cabeça. O diagnóstico correto depende de informações passadas pelo paciente. Por isso, é importante que você observe o que se passa no seu organismo enquanto sente as dores de cabeça. Procure ser objetivo e fornecer, principalmente, os sintomas que mais se repetem. Isso fará com que a consulta seja muito mais produtiva! A seguir, alguns tópicos selecionados pela Sociedade Brasileira de Cefaleia e que são importantes de serem observados.

A dor de cabeça tem causas variadas e precisa ser investigada mais a fundo.

A dor de cabeça tem causas variadas e precisa ser investigada mais a fundo. Foto iStock.com e Getty Images

Início da dor

Uma pergunta recorrente é há quanto tempo você sofre com a dor de cabeça. Se já faz anos, procure recordar a sua idade na época, mesmo que a frequência e a intensidade das dores fossem diferentes das atuais. Caso o sintoma seja recente, informe a data de forma mais precisa possível, como dias ou meses.

Mudança nas características da dor de cabeça

A dor que você sentiu semana passada pode não ter sido igual à do mês passado. Por isso, informe ao especialista se o mal é igual ou se vem passando por transformações. Pode acontecer da intensidade continuar a mesma, mas ocorrer com mais frequência, por exemplo. Busque recordar há quanto tempo a dor passou a apresentar as características atuais.

Duração das crises

O tipo de cefaleia é possível de ser identificado dependendo do tempo de duração de cada crise. Os episódios de dor variam desde uma fração de segundos até dor contínua, durando dias, semanas e até meses.

Problemas de saúde

Não deixe de citar algum outro problema de saúde com o qual você sofra, como diabetes, hipertensão, dislipidemia (colesterol alterado), doenças cardíacas, asma, úlcera péptica ou gastrite, depressão, epilepsia, glaucoma, constipação, doenças da tireoide e cálculos renais. Essa informação influenciará na escolha da medicação.

LEIA TAMBÉM: