Doenças bucais: você sabia que o seu pet também pode ter?

Não são só as pessoas as vítimas das doenças bucais, os bichinhos de estimação também podem sofrer com doenças da boca. Confira mais sobre!

None
Foto Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 25/11/2016 às 13:25
Atualizado às 12:41

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Ao contrário do que se imagina, o mau hálito dos animais não é normal: esse é o primeiro indício de que algo não vai bem na boca do seu amigo de quatro patas. Confira as doenças bucais que seu animalzinho pode ter e como tratar!

gatos e cachorros

Foto Shutterstock.com

Problemas sérios

  • Cães e gatos estão sujeitos a diversas doenças bucais, entre elas, formação de placa bacteriana e posicionamento incorreto dos dentes.
  • “Cerca de 85% dos animais apresentam algum grau de problema periondontal, desde uma simples inflamação da gengiva (gengivite), que é reversível, até a destruição das estruturas que sustentam os dentes (periodontite), que é irreversível, mas pode ser controlada”, afirma a veterinária e cirurgiã dentista Michele Venturini.
  • Ela informa que cachorros de raças pequenas, como poodle e maltês, são os mais sujeitos a esse tipo de problema.
  • A maioria dos bichinhos está livre apenas das cáries, devido ao pH salivar diferente e à alimentação, que não costuma ter agentes causadores da doença.

Atenção aos sinais

Além do mau hálito, os problemas bucais desencadeiam dor. Além disso, o bichinho pode sofrer uma mudança no comportamento, deixando de se alimentar e dormir. E outra sintoma pode ser sua falta de interação com a família.

Complicações comuns

As infecções bucais, causadas pela falta de higiene, podem se espalhar pelo organismo do bichinho de estimação e comprometer outros órgãos, como o coração. Já a formação de camadas de placa bacteriana e tártaro resulta em perda dos dentes ou extração, para que a doença não prejudique ainda mais a saúde do animal.

O que fazer?

A melhor forma de prevenir que os pets tenham problemas bucais é limpar os dentes deles todos os dias com creme dental e escova específicos. Para complementar a higiene, ofereça courinhos para seu bicho roer. Se o animal não permitir a escovação dos dentes, é recomendada a limpeza periódica em clínicas veterinárias, sempre sob efeito de anestesia inalatória.

Leia também: 

Outros cuidados

  • Se o seu bichinho fraturar ou perder os dentes, é possível fazer implantes ou restaurações em clínicas dentárias veterinárias especializadas.
  • Para corrigir o mau posicionamento dos dentes, responsável por lesões internas na boca do animal, existem até aparelhos ortodônticos fixos.
  • Vale a pena também acompanhar a troca da dentição dos pets: em alguns casos é preciso retirar os dentes de leite que não caíram no momento certo.

Consultoria Michele Venturini, veterinária e cirurgiã dentista;