ESTILO DE VIDA

Doença psíquica? Saiba qual o profissional indicado para seu caso

Diversos profissionais são capacitados para auxiliar no tratamento de doenças psíquicas. Saiba quando recorrer a cada um deles!

None
Foto Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/08/2016 às 20:46
Atualizado às 21:01

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Saber que está com um problema mas não saber quais atitudes tomar: onde ir, quem consultar, tomar ou não medicamentos e como se recuperar efetivamente são apenas algumas das principais dúvidas de quem deseja retomar a rotina e reconquistar a satisfação pessoal.

E, para que isso realmente ocorra, existem vários profissionais qualificados em clínicas, hospitais e até em empresas. A seguir, entenda melhor sobre cada uma das funções de profissionais que ajudam a manter mente e emoções controladas.

cabeça com mão saindo de dentro

Foto Shutterstock.com

Psicólogo

A psicologia se dedica ao estudo e tratamento do comportamento humano e seus processos mentais e conscientes. “Elas se dão por meio da fala, do aconselhamento psicológico e de uma escuta apropriada por parte do profissional que, por sua vez, visa propiciar a expressão e a organização dos sentimentos do paciente que se encontra em sofrimento psíquico”, esclarece o psicólogo Caio Henrique Vianna Baptista.

Além disso, é válido indicar que o procedimento não inclui prescrição medicamentosa e pode tratar de problemas como distúrbios de comportamento – pânico, fobias, depressão e crises existenciais, por exemplo.

Psiquiatra

O profissional atua diretamente com a avaliação, o tratamento e a manutenção do bem-estar psíquico. Também é capaz de tratar doenças emocionais – como fobias, depressão, pânico, ansiedade e crises existenciais -, com a ajuda de medicamentos. “Com frequência encontramos psicólogos e psiquiatras atuando em conjunto em prol da saúde mental de um paciente específico”, afirma a psicóloga Patrícia Mekler.

As possibilidades dos locais de atuação são vastas, uma vez que podem ser em clínicas particulares, hospitais, casas de saúde ou instituições públicas.

mulher triste conversando

Foto iStock.com/Getty Images

Psicopedagogo

A psicopedagogia estuda a forma como o indivíduo adquire conhecimento. “É um campo de atuação que se dedica ao processo de aprendizagem humana – normal ou patológico – nas diferentes fases do desenvolvimento (criança, adolescente e adulto), considerando a influência do meio (família, escola e sociedade) e utilizando procedimentos próprios”, ensina a psicóloga Virgínia Ferreira. O profissional não faz prescrição médica e pode atuar em consultórios particulares, escolas, ONGs e instituições públicas.

Saiba mais:

Chantagem emocional: psicoterapeuta fala sobre o assunto

Saiba o que são doenças psicossomáticas

Veja alguns transtornos mentais pouco comuns

Psicanalista

O profissional atua na qualidade de vida do paciente a partir da investigação do inconsciente – feita através das falas do indivíduo. É capaz de ajudar pacientes com doenças emocionais – como fobias e ansiedade – e trabalha em clínicas particulares e hospitais psiquiátricos.

Texto Ana Beatriz Casali/Colaboradora

Consultoria Caio Henrique Vianna Baptista, psicólogo; Patrícia Mekler, psicóloga; Virgínia Ferreira, nutricionista