ESTILO DE VIDA

Dieta depois dos 30 anos? Ainda dá tempo!

Um guia completo para você fazer dieta depois dos 30 anos e conquistar o corpo que deseja sem lutar contra os efeitos da idade!

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/08/2016 às 18:41
Atualizado às 12:07

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Perder peso exige muita disciplina e determinação. E fazer dieta depois dos 30 é ainda mais complicado, pois as calorias ingeridas são gastas de maneira diferente quando comparada com uma garota de 20 anos. Mas calma, nem tudo está perdido! Se você faz parte dessa faixa etária e quer se livrar de alguns quilinhos a mais, saiba que é possível, sim, ficar magra e com o corpo superbonito. Siga as orientações das nutricionistas Bruna Carneiro e Andréia Carrara e comece hoje mesmo a mudar de vida!

mulher na mesa de trabalho comendo salada

Foto: iStock.com/Getty Images

Como está seu corpo

Com a chegada dos 30, alguns fatores contribuem para o aumento da região abdominal e, consequentemente, o aumento dos ponteiros da balança. “Nessa idade, acontece uma diminuição da massa muscular, causando a queda do metabolismo e a elevação da gordura corporal”, explica Bruna. A nutricionista Andréia Carrara ainda revela que desde o nascimento da mulher até a fase adulta, o corpo fica com o metabolismo acelerado devido ao processo de crescimento e formação corporal. Após a fase de crescimento, a necessidade energética do corpo diminui, sendo utilizada apenas para a manutenção das demais funções vitais (respiração, digestão, etc.), fazendo com que a mulher ganhe peso com mais facilidade.

SAIBA MAIS

Os alimentos mais importantes aos 20, 30 e 40 anos ou mais

Qual o chá ideal para cada idade?

Quais os benefícios de uma alimentação equilibrada?

Dê a volta por cima!

Para fazer dieta depois dos 30 e conquistar o corpo perfeito é importante manter uma alimentação saudável e equilibrada aliada à prática de atividades físicas regulares. Parece uma tarefa difícil, não é mesmo? Fácil não é, mas as nutricionistas garantem que você vai precisar apenas de um ingrediente para realizá-la: força de vontade.

Mudando o cardápio

Evite alimentos que favoreçam o acúmulo de gordura como frituras, doces e os alimentos industrializados.

Tenha o hábito de ingerir diariamente frutas, verduras e legumes.

Prefira os alimentos integrais, evitando produtos feitos com farinha refinada.

Opte pelos leites desnatados, que podem ser encontrados em caixas ou em pó.

Diga adeus às gorduras de origem animal: ingira apenas carnes magras, de preferência frango e peixe.

Beba, pelo menos, 2 litros de água por dia.

Consuma alimentos mais leves na hora do jantar.

Alimente-se a cada três horas, lembrando de comer frutas nos intervalos das principais refeições.

Exercícios e dieta depois dos 30

Não deixe o sedentarismo tomar conta de você. Faça caminhadas três vezes por semana durante 30 minutos. “Praticando atividade física, é possível cuidar da musculatura que vai manter o metabolismo funcionando a todo vapor. Assim, gasta-se mais energia e diminui o acúmulo de gordura”, revela Bruna. Crie uma rotina diária e procure segui-la à risca: tenha horário para acordar, fazer as refeições, exercitar-se, trabalhar e dormir. Escolha um exercício que lhe proporcione prazer. Pode ser dança de salão, natação, corrida, musculação, entre outros. O importante é não ficar parada!

Texto: Jacque Lopes | Consultoria: Bruna Carneiro, nutricionista da clínica Estação Forma, de Bauru (SP); Andréia Carrara, nutricionista e coordenadora do Programa de Emagrecimento Saudável, www.programadeemagrecimento.com.br