Veja 10 dicas para turbinar o cérebro no fim de semana

Você pode desenvolver seu cérebro e se livrar do estresse ao mesmo tempo. Confira dicas que relaxam e ainda melhoram a memória, concentração e raciocínio

None
IMAGEM: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 11/11/2016 às 10:27
Atualizado às 11:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Que tal aproveitar o fim de semana para relaxar e ainda desenvolver suas capacidades cerebrais sem esforço? Confira 10 passos para aproveitar a folga  e ainda turbinar o cérebro.

1. Inclua salmão ou bacalhau no almoço! Esses peixes são típicos no cardápio do fim de semana, não é? “São ricos em ômega 3, que acelera as respostas cerebrais e melhora a capacidade de aprendizagem”, lembra o professor de psicologia Luciano Gomes dos Santos.

2. Se for uma bacalhoada, não deixe de acrescentar ovos! Por conterem vitamina B12, os ovos contribuem na formação dos componentes das células do cérebro. “Também ajudam a aumentar a acetilcolina, substância importante para a memorização”, indica Luciano.

cerebro-dourado-cerebros-azuis

Foto: Shutterstock.com

3. O psicólogo Roberto Debski recomenda o consumo de couve-de-bruxelas, couve-flor ou brócolis. “Contêm sulforafanos, substância antioxidante para prevenir e evitar a morte dos neurônios”. Que tal incluir esses vegetais em uma salada especial?

4. Coma uma sobremesa com nozes, castanhas ou amêndoas. Essas oleaginosas têm um bom teor dos ácidos graxos ômega 3. “São importantes para a saúde do cérebro”, aponta Roberto.

5. Brinque com os filhos ou com crianças. “Brincadeiras como jogos e videogames tiram a pessoa da concentração no trabalho e a fazem realmente se desligar”, recomenda o neurocientista Aristides Brito.

6. Deixe a preguiça de lado e pratique exercícios físicos. Quando praticamos atividade física, é secretado um transmissor chamado BDNF (Brain Derived Neurotrofic Factor) ou Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro. “Ele estimula a conexão entre as células cerebrais ou neurônios, favorecendo a atividade mental, o raciocínio e a criatividade”, enfatiza Roberto.

7. Já que vai movimentar o corpo, incorpore as atividades físicas durante a semana. “A prática do exercício físico regular, ou de algum esporte, diminui os níveis de cortisol, o hormônio do estresse”, frisa a psicóloga Raquel Canabarro.

8. Aproveite o sol lá fora para praticar corrida! Luciano enfatiza que correr “melhora a memória, proporciona ganho na aprendizagem e aumenta a capacidade do cérebro de se adaptar e criar novas conexões”.

9. Que tal fazer musculação? “Os músculos consomem o açúcar em excesso, melhorando o equilíbrio da queima dos processos cerebrais”, destaca Aristides.

10. Enfim, sair da rotina é um ótimo alimento para mudanças no cérebro. “Além de exigir menos da mente, pode melhorar a oxigenação e a diminuição da adrenalina (principalmente de cortisol), provocando uma recuperação de células exigidas em excesso”, explica Aristides. Então, viaje, leia novos livros, vá a exposições culturais, ao cinema…

LEIA TAMBÉM

Texto e entrevistas: Ricardo Piccinato – Edição: Giovane Rocha/Colaborador

Consultorias: Aristides Brito, neurocientista e diretor do Marca Pessoal Treinamentos; Luciano Gomes dos Santos, professor de psicologia social da Faculdade Arnaldo, de Belo Horizonte (MG); Raquel Canabarro, psicóloga no Centro Multidisciplinar Fluminense, no Rio de Janeiro (RJ); Roberto Debski, coach, psicólogo e diretor da Clínica Ser Integral, em Florianópolis (SC)

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.