Sono do bebê: garanta uma noite tranquila!

Veja como conseguir que seu filho durma durante toda a noite, além de dicas que ajudam você a melhorar a qualidade de sono do bebê!

None
Uma boa noite de sono é fundamental para a saúde dos pequenos Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/04/2017 às 12:20
Atualizado às 12:41

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Garantir que o sono do bebê seja tranquilo é o desejo de toda mamãe, que deseja que o filho descanse a noite toda e a deixe dormir algumas horinhas também. Porém, os pequenos possuem uma necessidade de horas de sono muito diferente da nossa, e é distribuída de forma irregular durante o dia. Para que esses momentos sejam plenos, é preciso ficar atenta a algumas questões que esclarecemos aqui para você!

Quantas horas deve ter o sono do bebê?

Quando recém-nascidos, o período de sono do bebê oscila entre 16 e 18 horas por dia, já a partir dos dois meses até os seis, a média diminui para 14 até 16 horas. Após os seis meses de idade até completar o primeiro ano de vida a média cai para 12 horas de sono.

Precisa de travesseiro?

Segundo o ortopedista Artur da Fonseca, não existe a necessidade de colocar um travesseiro no berço do recém-nascido. “A principal indicação é que ele repouse em uma superfície firme, plana e macia, de modo que a coluna fique bem acomodada. E apenas quando o bebê chegar ao sexto mês o travesseiro pode ser incluído em sua rotina”, explica o médico. Ele ainda ressalta que, no berço, o travesseiro deve preencher precisamente todo o espaço entre o colchão e a cabeça da criança, de forma a manter a coluna sempre alinhada e as vias respiratórias o mais livre possível.

Qual a melhor posição para dormir?

A posição ideal de descanso da criança no berço durante o primeiro ano de vida é com a barriga pra cima, tanto nos cochilos durante o dia, quanto para o sono da noite. Estudos mostram que, dormindo nessa posição, as chances de morte súbita são reduzidas em até 70% durante os primeiros 12 meses de vida do bebê.

Amamentação e fraldas

Se você acostumar a alimentar o bebê para que ele durma, a última coisa que o pequeno se lembrará de ter feito é mamar, seja o peito a mamadeira. Dessa forma, quando acordar, o bebê achará que a única forma de voltar a dormir é mamando. O mesmo se aplica em relação à fralda: se os pais sempre acordam o bebê para trocá-lo, o pequeno se acostuma a chorar toda vez que percebe que está molhado. Para evitar isso, escolha uma fralda confortável, que o mantenha sequinho durante muito tempo para não atrapalhar o sono do bebê.

LEIA TAMBÉM: