5 dicas para aproveitar melhor os benefícios dos alimentos

Para garantir que os nutrientes dos alimentos não se percam durante o preparo, é importante seguir algumas dicas simples e eficazes.

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 19/10/2016 às 19:32
Atualizado às 11:46

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Para garantir que os nutrientes dos alimentos não se percam durante o preparo, é importante seguir algumas dicas simples e eficazes. Então, confira como manter seus benefícios e proteger a saúde!

mulher-cozinhando-panela-alimentos-cozinha-brocolis-pimentao

FOTO: Shutterstock

1. Com as mãos

Em vez de picar legumes e verduras com a faca, que tal cortá-los com as próprias mãos? Essa ação promove a maior preservação dos nutrientes, de modo a colaborar muito mais com a saúde. “Independente de qual for a verdura, quando cortamos com as mãos e não com a faca, conservamos mais seus benefícios, pois o metal da faca oxida parte dos nutrientes do alimento, diminuindo a quantidade que vai para o organismo ao ingerir a verdura”, aconselha a nutricionista Luana Vasconcelos.

2. Descongelamento saudável

Deixar as carnes na pia, dentro de algum recipiente ou apenas envolta por um saco plástico para descongelar é errado. Para preservar a saúde do alimento e evitar possíveis contaminações, o indicado é retirá-lo do congelador (com ao menos 24 horas de antecedência do preparo) e deixá-lo em repouso na própria geladeira, dentro de um recipiente de plástico sobre uma das grades. Outra opção é utilizar o micro-ondas, que deve estar sempre bem higienizado e livre de quaisquer restos de alimentos que possam ter ficado lá dentro.

mulher-colher-cozinhando-panela-alimentos-vegetais

FOTO: Shutterstock

3. Utensílios seguros

Após utilizar conchas, escumadeiras, espátulas e demais objetos para pegar os alimentos, não os deixe expostos à mesa com restos de alimentos; essa atitude também é prejudicial, já que, caso algum inseto passe por ali e o utensílio entre em contato com o prato novamente, a contaminação é certeira.

4. Evite o alumínio

Quando em excesso na saúde, o metal pode resultar em alguns problemas. Por isso, o ideal é evitar panelas muito antigas feitas com esse material na hora de cozinhar, para que ele não seja incorporado à refeição. Embora a quantidade de alumínio liberada seja mínima, de acordo com o desgaste da panela, este fator pode variar. As panelas de vidro, por exemplo, são as mais indicadas quando se trata de preservar a qualidade do alimento, já são ideais para a evitar o acúmulo e a proliferação de fungos e bactérias.

mulher-cozinha-alimentos-cozinhando

FOTO: iStock e Getty Images

5. Sobrou? Guarde, já!

Quanto mais o alimento fica exposto fora da geladeira, maiores são as probabilidades de contaminação, ainda mais se não estiverem bem tampados. Por isso, o ideal é, assim que a refeição estiver em temperatura morna (quase fria), guardá-la potes plásticos etiquetados com a data do cozimento.

Texto Paula Santana

Consultoria Luana Vasconcelos, nutricionista

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.