ESTILO DE VIDA

Dicas para começar uma alimentação vegetariana

Quer mudar sua alimentação? Veja conselhos de uma nutricionista para você virar vegetariana!

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/09/2016 às 11:58
Atualizado às 12:05

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A nutricionista Flavia Salvitti explica três coisas muito importantes que todos devem saber antes de começar a seguir uma alimentação vegetariana. As dicas são essenciais para proteger a saúde durante essa mudança de hábito alimentar.

mulher comendo salada

Foto: Shutterstock.com

1. É necessário se adaptar.

Segundo a nutricionista, a eliminação da proteína animal da dieta é uma novidade para o corpo. “Por isso, o ideal é não cortar a carne de uma única vez, mas ir eliminando o alimento aos poucos para condicionar o organismo ao novo hábito”, aconselha.

2. A substituição deve ser levada a sério

As indicações de suplementação devem ser feitas sempre por um profissional da área, que levará em conta uma série de informações e antecedentes do paciente. “Normalmente, caso a pessoa não tenha nenhuma particularidade, os alimentos indicados são proteína texturizada de soja, milho, grão-de-bico, lentilha, feijão, soja em grão e frutas oleaginosas, como nozes, castanhado-pará e castanha-de-caju. Essas frutas são para suprir a falta de gordura, por isso o consumo deve ser moderado, em uma média de três unidades por dia”, explica Flávia.

3. É preciso disciplina

A especialista revela que os vegetarianos que consomem a proteína animal por meio de ovos e leites conseguem ter uma fonte com algum valor biológico, mas não na quantidade ideal. “A dieta vegetariana também sugere refeições de três em três horas e um equilíbrio no cardápio. A vitamina B12, por exemplo, normalmente encontrada na proteína animal, faz parte da produção das hemácias (glóbulos vermelhos do sangue), e a sua carência pode causar anemia, principalmente nas mulheres, que já perdem sangue naturalmente por conta da menstruação”, explica. Por isso, mantenha seus exames em dia e consulte um especialista para ver se é necessária suplementação por meio de comprimidos.

VEJA TAMBÉM:
Veja os benefícios da hidratação para a saúde de sua pele
Tomate: uma fonte de saúde
5 sucos de uva para cuidar da saúde do seu coração