Saiba por que o diabetes acentua o risco de doenças cardiovasculares

O diabetes é uma doença que traz muitos prejuízos ao seu portador. Porém, ela ainda pode contribuir para o surgimento de outros problemas. Veja mais!

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/01/2017 às 13:23
Atualizado às 13:18

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Você sabia que a principal causa de doenças cardiovasculares é o diabetes? Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), um a cada 10 brasileiros possui o distúrbio e 90% dos casos são diagnosticados como sendo do tipo 2. Esse número, por si só, já é um alerta. Porém, dados da SBD (Sociedade Brasileira de Diabetes) afirmam que a doença aumenta em até 50% o risco de danos cardiovasculares nas mulheres e 40% nos homens. “O diabetes é uma espécie de combustível perverso, pronto para causar muitos problemas, além de ser muito difícil de ser combatido”, conta a nutróloga Ana Valéria Ramirez. Todos esses aspectos, somados às principais causas do tipo 2 da doença – obesidade, excesso de açúcar e falta de exercícios -, criam uma bomba relógio que pode ser detonada a qualquer momento. Veja como escapar desses problemas e viver com mais saúde!

diabetes-doencas-cardiovasculares

Foto: Shutterstock

Fatores de risco

“O diabetes aumenta as chances de doenças cardiovasculares por conta da hiperglicemia. O problema, associado às oscilações glicêmicas, gera um quadro de inflamação vascular e contribui com a liberação de radicais livres na corrente sanguínea, interferindo em todo o corpo. Vale ressaltar que o diabetes é uma doença sistêmica e atinge diversas partes do corpo: olhos, coração e rins são os que mais sofrem com o problema, pois seus vasos sanguíneos são mais delicados, além do próprio sistema nervoso periférico, que está ligado à sensibilidade das mãos e dos pés”, explica a endocrinologista Ana Elisa Alcântara.

Como acontece

A alta concentração de glicose no sangue, acentuada pela resistência à insulina dos diabéticos, faz com que as artérias e as veias percam sua elasticidade, aumentando o risco de entupimento dos vasos e, consequentemente, as chances de infarto. Outro problema gravíssimo e bastante comum é a trombose: o sangue de quem sofre com o distúrbio tende a ficar mais viscoso do que ele deveria ser e as plaquetas se agregam com maior facilidade, criando os trombos.

Importância dos exercícios físicos

caminhada-hipertensão-controle

Foto: Shutterstock

Os exercícios contribuem, e muito, com a saúde do corpo. O sedentarismo pode ser um expoente para doenças como o diabetes, arteriosclerose acentuada, entre outras. Por isso, vale destacar a importância dessa prática para todas as pessoas. “Para iniciar qualquer atividade física, é sempre importante passar por uma avaliação clínica. Assim, o médico poderá dizer se é possível, ou não, fazer o exercício com segurança. E durante as práticas, ter a supervisão de um profissional que possa orientar quais exercícios são indicados, reduzindo os riscos de lesões, posturas erradas e de uma carga que irá causar prejuízos ao invés de benefícios”, completa a endocrinologista.

Texto: Edgard Vicentini/Colaborador

Consultoria: Ana Elisa Alcântara, endocrinologista; Ana Valéria Ramirez, nutróloga

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.