ESTILO DE VIDA

Detox digital ajuda a combater o vício em tecnologia

O detox digital é uma forma de combater o vício nas redes sociais, internet e outras formas de tecnologia, trazendo mais bem-estar para as pessoas.

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/09/2016 às 19:36
Atualizado às 20:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Whatsapp, Facebook, Twitter, Youtube… As formas de se manter conectado aumentam a cada dia e, apesar de facilitar a comunicação e permitir cada vez mais conhecimento, o excesso de tempo gasto conectado pode prejudicar não só a interação com outras pessoas, como também a sua própria saúde. E é aí que o detox digital entra em cena, ou seja, você aprende a passar menos tempo ligado nas tecnologias.

O vício em tecnologias pode ser combatido com o detox digital

FOTO: Shutterstock

Detox digital contra a nomofobia

Essa palavra é incomum e pode gerar um certo estranhamento para quem a ouve. Contudo, seu significado é bastante conhecido e se aplica ao dia a dia de muitas pessoas. “Nomofobia é quando o indivíduo não consegue ficar longe do seu celular ou quando fica impossibilitado de se comunicar”, explica a psicóloga clínica Letícia Guedes. Mas vale ressaltar que aquelas pessoas que  usam usam muito o celular por causa do trabalho, ou por algum outro motivo, não necessariamente têm o distúrbio. “É preciso entender até que ponto você não é capaz de viver sem seu celular ou como ele interfere na sua vida social e profissional. Muitas pessoas não conseguem ficar um minuto sem o aparelho e o hábito pode resultar em um vício, trazendo malefícios à sua saúde”, alerta a profissional.

SAIBA MAIS:

Será que a tecnologia pode modificar o seu cérebro? 

Como utilizar a tecnologia a seu favor no processo de emagrecimento

Descubra como se livrar do vício nas redes sociais

Mas, então, como identificar o problema e para tratá-lo? “A partir do momento que a vida pessoal ou profissional fica prejudicada, cabe questionar a necessidade de estar conectado 24 horas por dia e corrigir as causas desses comportamentos compulsivos”, ensina o neurologista Fabio Sawada Shiba.

Já o tratamento indicado é o acompanhamento com um psicólogo, pois essa patologia é tratada como outras fobias. “É preciso um auxílio para tratar da ansiedade, pois é ela que faz com que as pessoas tenham o problema da nomofobia”, finaliza Letícia.

O excesso de tecnologia pode ser prejucial

FOTO: Shutterstock

Vença o vício

Existem maneiras bem fáceis de praticar o detox digital e, com isso, diminuir o tempo online. Confira:

*Fazer atividades físicas: passar um tempo ao ar livre praticando exercícios dificulta a interação por formas digitais.

*Menos redes sociais: nem sempre ficar conectado é algo ruim. Por exemplo, é possível  utilizar a internet para fazer cursos livres, conhecer roteiros de viagem ou procurar receitas de culinária.

*Desapegar-se: se você costuma carregar o celular para qualquer lugar – mesmo que seja da sala para a cozinha -, tente deixá-lo longe de você por alguns períodos.

*Consigo mesmo: busque momentos solitários, sem interrupções – um bom banho pode ser um começo.

*Momento crítico: depois de alguns dias seguindo essas dicas, faça uma autoavaliação e tente verificar o tempo dedicado à internet, assim, será mais fácil verificar se está tendo progressos.

Consultoria Fabio Sawada Shiba, neurologista; Letícia Guedes, psicóloga clínica