ESTILO DE VIDA

O desenvolvimento físico e cognitivo do seu filho depende de você!

O papel dos pais é fundamental para o desenvolvimento da criança em todos os aspectos: da fala ao andar e ao aprendizado. Por isso, confira algumas dicas!

None
Foto Istock.com/getty images

por Redação Alto Astral
Publicado em 20/10/2016 às 19:46
Atualizado às 20:54

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Pequenas atitudes dos pais podem ajudar, e muito, ao desenvolvimento físico e cognitivo dos seus filhos. Veja algumas dicas!

mãe e filha

Foto Istock.com/getty images

Aprender a falar

  • Incentive o seu filho a ouvir todos os sons e explique o que significa;
  • Fale muito com ele de forma calma e carinhosa e, quando apontar para algum objeto explique o que é;
  • Ao mesmo tempo que fala com ele, gesticule com as mãos para se comunicar;
  • Leia histórias e aponte para os desenhos descrevendo do que se trata;
  • Fale com ele de forma normal. Construa frases simples e corretas;

Largar a fralda

  • Quando se percebe que a criança consegue controlar certas funções do organismo está na hora de lhe “fornecer” informações sobre a ida ao banheiro, mas num tom em que não transparece a obrigação e a cobrança;
  • Cada criança tem o seu tempo, por isso, respeite;
  • Nunca demonstre impaciência e irritação;
  • Sente a criança, mesmo vestida, no vazo só para ela ver como funciona. Encene o movimento se achar necessário;
  • Sugira uma ida ao banheiro e espere pelo menos 10 minutos que ele faça algo;
  • Dê parabéns quando ele conseguir avisar que quer ir ao banheiro antes de sujar a fralda.
criança aprendendo andar

Foto Istock.com/getty images

Caminhar é divertido

  • Para ajudá-lo no desenvolvimento do caminhar, ofereça-lhe um brinquedo de apoio com rodas;
  • Incentive-o a imitá- la ao caminhar;
  • Chame-o aos seus braços com regularidade, para o incentivar a deslocar pelos seus meios.

Adeus chupeta

  • O ideal é que o seu filho largue a chupeta por volta dos dois anos. Ajude-o sem pressões;
  • Vá reduzindo os momentos que ele passa com a chupeta, até que a use somente para dormir;
  • Elogie-o conforme ele vai parando de pedir a chupeta;
  • Guarde as chupetas, para que ele não as veja sempre;
  • Depois dos dois anos, todas as oportunidades são boas para desincentivar o uso da chupeta, não fique à espera de um momento certo.

Leia também: