Descubra os principais fatores que causam enxaqueca

Saiba quais são as principais causas de enxaqueca e conheça algumas formas de tratar esse problema que atrapalha a vida de muitas pessoas!

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 26/10/2016 às 11:45
Atualizado às 11:49

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A enxaqueca é uma dor tão forte que pode fazer com que várias atividades da rotina tenham que ser adiadas ou canceladas. Mas, afinal, quais são as causas da enxaqueca? “Os fatores desencadeantes de uma crise de enxaqueca, mesmo quando existem, são variáveis. Alterações da rotina de sono, estresse, fatores alimentares, exposição a odores fortes, mudanças de temperatura ou mudanças hormonais relacionadas ao ciclo menstrual podem causar crises em indivíduos suscetíveis por mecanismos ainda não totalmente compreendidos”, conta o neurologista Fabio Sawada Shiba.

mulher-com-enxaqueca

FOTO: Shutterstock

Fator hereditário

Muito se ouve falar sobre a influência da hereditariedade no desencadeamento das crises de enxaqueca. Entretanto, o que se pode afirmar realmente é que os tipos mais incomuns da doença provêm da genética. Em outros casos, demais doenças que também passam de geração para geração podem ter a incômoda dor como um dos seus sintomas. “Alguns tipos mais raros de enxaqueca, como a hemiplégica familar, ou a de transmissão autossômica dominante, são transmitidas geneticamente. Porém, outras doenças neurológicas genéticas podem se apresentar também com crises de enxaqueca”, conta Fabio.

homem-com-enxaqueca

FOTO: Vinicius Tupinam e Shutterstock

Hora de se cuidar!

Pensar que o problema será passageiro e até mesmo mascarar as dores com analgésicossão atitudes que podem agravar a situação se as causas do distúrbio não forem investigadas devidamente. A ajuda de um profissional especializado será importante mesmo quando houver a suspeita de outros motivos para as dores ou se elas chegarem a impedir atividades cotidianas. Esteja alerta ainda quanto ao uso abusivo de de medicamentos analgésicos. Portanto, quando a dor de cabeça começar de alguma forma a atrapalhar a rotina, é mais do que recomendado a procura por um especialista. Com o direcionamento adequado, será possível descobrir se a enxaqueca provém de algum mau hábito do dia a dia ou se as dores são o aviso de que alguma coisa não está indo bem no organismo.

Texto: Paula Santana
Consultoria: Fabio Sawada Shiba, neurologista clínico da Fluyr Saudável – Clínica de Combate à Dor

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.