ESTILO DE VIDA

Dança: em ritmo com a saúde

A dança mais do que um hobby, é um exercício físico e uma terapia para o corpo e mente. Conheça seus benefícios e a inclua na sua rotina!

None
Foto Istock.com/getty images

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/11/2016 às 13:53
Atualizado às 11:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Muito mais que uma arte e um esporte, a dança é uma terapia para corpo e mente. Descubra 6 razões para colocar seu corpo em movimento!

mulheres dançando

Foto Istock.com/getty images

1 – Corpo em forma

Ao dançar você exercita várias parte do corpo, o que ajuda a tonificá-lo e eliminar gordura. Dependendo do ritmo e da intensidade é possível perder até 400 calorias em uma hora. Além disso, a sua disposição para enfrentar as tarefas do dia a dia irá triplicar. Ainda, segundo a professora de dança Carmen Barbosa, dançar previne e combate varizes e derrames por aumentar a circulação.

2 – Energia para a mente

O seu cérebro sai beneficiado, por causa dos estímulos que irá receber, por exemplo, ao ter que decorar as coreografias você trabalhará a memória. Dançar regularmente (pelo menos 1 hora por dia, 5 dias por semana) é um excelente exercício mental que, a longo prazo, permite que a mente se mantenha aberta, jovem e alerta. E para quem têm insônia, essa é uma dica para colocar aquela soneca em dia e a ansiedade então? Você vai mante-la sob controle, pois o stress interior é eliminado na dança.

casais de idosos dançando

Foto Istock.com/getty images

3 – Mais feliz!

“Dançar aumenta os níveis de endorfina, o hormônio da felicidade. Fora isso, colabora para a autodisciplina e autoconfiança”, conta Carmen. E se você tem vergonha de dançar, um ponto importante: você não precisa saber, basta sentir a música e deixar seu corpo responder!

4 – Corpo mais forte

A dança ajuda a manter os ossos mais fortes, por isso é recomendada para combater a osteoporose. Ela fortalece também músculos e articulações que vão perdendo as suas capacidades com o passar do tempo.

Leia também: 

5 – Longevidade

Dançar com frequência retarda o processo de envelhecimento, permitindo manter o seu corpo e alma jovens. A dança é benéfica para o sistema cardiovascular já que mexe com a frequência cardíaca e aumenta a capacidade pulmonar, devido ao esforço respiratório.

6 – Sangue mais puro!

Esse exercício ajuda a controlar os lipídeos, aumentando os valores do colesterol bom e baixando o mau, sendo fantástico para combater problemas de colesterol que podem conduzir, entre outros, a acidentes vasculares cerebrais (AVC). A dança ajuda também a controlar os níveis de açúcar no sangue, sendo um exercício ótimo para diabéticos.

Consultoria Carmen Barbosa, professora de dança