ESTILO DE VIDA

Veja algumas curiosidades e estudos sobre transtornos mentais

Conheça as mais recentes curiosidades, casos e estudos que rondam o universo dos transtornos mentais.

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/08/2016 às 18:47
Atualizado às 21:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que ao menos um terço da população mundial apresenta algum tipo de transtorno mental. Os transtornos não avisam quando vão chegar e, muitas vezes, nem mesmo apresentam sintomas físicos. Conheça algumas curiosidades e novidades sobre os distúrbios da mente:

Origem da esquizofrenia

Uma interrupção entre o córtex pré-frontal (responsável por funções importantes como a memória, atenção e personalidade) e o tálamo (rede central do cérebro) pode ser a causa da esquizofrenia. Pelo menos é o que diz um estudo do Laboratório Cold Spring Harbor, nos Estados Unidos.

esquizofrenia

FOTO: Shutterstock.com

Apesar de as pesquisas terem mostrado uma associação entre estas duas regiões cerebrais e a esquizofrenia, os mecanismos envolvidos ainda não são claros. Os pesquisadores estão confiantes de que esta descoberta pode ajudar no desenvolvimento de novos tratamentos contra o transtorno.

Olfato apurado

Caracterizado por degenerar os neurônios, causando danos na coordenação motora, o Parkinson muitas vezes surge de surpresa. Mas, e se fosse possível cheirar o transtorno?

Esta experiência foi vivida pela escocesa Joy Milner, que disse ter sentido um odor diferente, parecido com almíscar (pungente), em seu marido anos antes de ser diagnosticado com o distúrbio. Ela relacionou os fatos ao sentir o mesmo cheiro em outros pacientes com Parkinson.

Intrigados com o caso, pesquisadores da Universidade de Edimburgo, na Escócia, estudam o “talento” de Milner. Por meio de pesquisas, eles estimam que o transtorno pode causar alguma alteração sebácea, responsável pelo odor.

Pode não ser verdade

Talvez, este seja o caso mais famoso de mentira compulsiva, e envolve o norte-americano Stephen Randall Glass, ex-jornalista com diploma e tudo mais, da revista The New Republic. Entre 1995 e 1998, dos 41 artigos que produziu, pelo menos 27 foram inventados por ele.

Nestas falsificações, Glass não só mentiu na história, como em suas fontes e lugares onde supostamente as teria entrevistado. Ele foi desmascarado no seu último artigo, Hack Heaven (O Paraíso dos Hackers, em português) pelo jornalista Adam Penenberg, da Forbes Magazine, enquanto verificava como a revista rival tinha conseguido o furo antes deles.

Após destruir sua carreira de jornalista, Glass se formou em direito e lançou um livro autobiográfico, The Fabulist (O Fabulista, em português). Toda essa trajetória do impostor foi para as telonas em 2003, com o filme O Preço de uma Verdade, em que Glass é interpretado por Hayden Christensen.

Veja mais:

5 mitos e verdades sobre transtornos mentais

Tire suas dúvidas sobre transtornos mentais

Veja alguns transtornos mentais pouco comuns

Texto: Giovane Rocha/Colaborador – Edição: Augusto Biason/Colaborador