Dentes do bebê: quais cuidados devemos ter nessa fase?

Cuidar bem dos dentes do bebê é fundamental para que os dentes de leite e os permanentes nasçam adequadamente e saudáveis. Confira algumas dicas

None
A saúde bucal das crianças exige cuidados específicos. Foto: Liquid Library Other Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 03/04/2017 às 11:58
Atualizado às 13:40

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Por volta dos seis meses de idade, surge o primeiro dente do bebê, causando aquela alegria nos pais de ver o filhinho se desenvolvendo. Mas será que todo mundo sabe cuidar bem da saúde bucal dos pequenos? Qual a hora certa, por exemplo, de começar a usar creme dental? Confira, a seguir, todos os cuidados para manter o sorriso da criançada sempre saudável!

A escovação deve começar logo que surgem os primeiros dentinhos

Foto: Liquid Library/Other Images

Quanto antes, melhor

O bebê não tem dentes até os seis meses, mas isso não quer dizer que a boca não precise ser higienizada. Afinal, o pequeno se alimenta desde o nascimento e é preciso remover os resíduos de leite. Nessa fase, os pais podem utilizar gaze com água filtrada e passá-la por toda a superfície da boca da criança. “Inicie cedo a manipulação da boca do bebê para que ele vá se acostumando. Assim, aceitará melhor os procedimentos de higiene”, indica a odontopediatra Meri Cleis Cordeiro.

Bem-vindo, dentinho!

“Ao nascer o primeiro dente, é preciso higienizar toda a cavidade bucal com escova dental. Estudos comprovam que as dedeiras de silicone ou gazes não removem a placa de forma eficiente”, ensina a especialista. Portanto, pode usar escova sem medo! Basta escolher um modelo com cabeça pequena, cerdas macias e cabo comprido, que irá facilitar a manipulação pelo adulto responsável.

Mesmo que a criança aprenda a manusear a escova, é importante a supervisão de um adulto até os 8 anos de idade. É um período de adaptação, em que se aprende a maneira correta de escovar todos os dentes e prevenir as cáries.

primeiros dentes do bebê

Foto: Shutterstock

Creme dental: como utilizar?

Há quem utilize já na escovação dos primeiros dentes, e isso é permitido. “Mas é preciso optar pelos que não contêm flúor na composição. Esses produtos são facilmente encontrados em mercados e drogarias. Os cremes infantis com flúor devem ser utilizados a partir dos 3 anos de idade”, avisa Meri.

É fundamental levar a criança ao dentista pelo menos a cada 6 meses, a partir do surgimento da dentição. Alguns especialistas defendem o uso de creme dental com flúor em qualquer idade, já que a maioria das crianças tem alto risco de apresentar cáries.

Outros produtos de higiene bucal, como os antissépticos (enxaguantes), devem ser utilizados apenas quando indicados por um profissional, e nunca antes dos 6 anos de idade, para evitar a ingestão. “Já o fio dental precisa ser usado a partir do momento em que a criança tenha contato lateral entre os dentes. Inicialmente, os pais devem manusear o produto. Com treino e dependendo da habilidade de cada um, o fio pode ser manipulado pela própria criança”, explica a odontopediatra.

Temporários, mas importantes

Por volta dos 6 anos de idade, os dentes de leite começam a cair para dar espaço aos permanentes. Essa troca de dentição vai até os 12 anos. Apesar de temporários, é preciso cuidar muito bem dos dentes de leite, pois eles contribuem para a formação óssea da face e ajudam os dentes permanentes a nascerem da maneira correta.

Daí a importância de, desde o começo da formação da arcada dentária, prevenir o aparecimento de cáries. Confira as dicas da especialista para evitar o problema:

  •  realize de forma correta e frequente a limpeza dos dentes;
  •  após os 6 meses, evite a amamentação natural ou artificial durante a noite;
  •  não habitue o bebê a dormir mamando, para que se possa realizar a escovação logo após a amamentação;
  •  não adoce o leite da mamadeira com açúcar ou mel;
  •  faça visitas regulares ao dentista (pelo menos a cada 6 meses).

Texto: Marisa Sei | Consultoria: Meri Cleis Cordeiro, odontopediatra do Instituto da Infância

LEIA TAMBÉM:

TAGS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.