Quais os cuidados com o tênis para não sofrer lesões

Quais os cuidados para evitar e amenizar o desconforto provocado por lesões? Confira aqui algumas orientações de quem entende do assunto

None
Imagem: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/08/2016 às 15:57
Atualizado às 11:33

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Você já sofreu lesões ao realizar uma atividade física ou se acidentar? Pois saiba que há um jeito certo de voltar a praticar algum esporte. Claro, com a orientação e a permissão de um especialista!

A importância do tênis

As lesões em músculos e articulações são causadas por um trauma direto ou pela alteração biomecânica ou de postura do corpo humano. “Excluindo as lesões por trauma direto, as demais geralmente têm uma alteração que inicia nos pés. Por isso, se uma pessoa com lesão não se preocupar em usar o calçado ideal, ela poderá sobrecarregar o corpo e agravar a lesão progressivamente”, explica a fisioterapeuta Tayla Perosso de Souza.

Dessa maneira, é preciso escolher o tênis certo para ajudar a amenizar as dores que podem surgir nos tornozelos, nos joelhos ou nas costas. Quem sofre de alguma dor deve ter cuidado especial com o calçado, pois “dependendo da lesão e tipologia, o tênis adequado e até a inclusão de palmilhas são necessários”, acrescenta Fernanda Mexas, coordenadora do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Celso Lisboa

Evitando lesões

Para quem sofre com escoliose, decorrente da diferença de comprimento dos membros inferiores, o ideal, segundo Vasconcelos, é usar uma palmilha compensatória no membro mais curto para equilibrar a coluna. Dessa maneira, o calçado pode influenciar no alívio das dores. “Para uma abordagem mais direcionada, deve haver uma avaliação detalhada e precisa buscando os pontos onde há forças anormais contrárias influenciando o organismo”, afirma o fisioterapeuta Mauricio Ferreira.

Outro problema muito comum nas mulheres é o joanete. Essa saliência ou deformação da articulação aparece devido ao uso excessivo de sapatos com a ponta estreita e muito salto, que faz com que os dedos sejam pressionados. Para que não tenha mais prejuízos, a pessoa que sofre com esse problema precisa ter em mente que o “tênis deve ter e respeitar a largura do pé (estreito, moderado e largo)”, afirma o cirurgião ortopedista Fabio Ravaglia. Seguindo a orientação médica, o lesionado poderá voltar a realizar sua atividade física com segurança e evitar o aparecimento de novas dores.

lesões

Imagem: Shutterstock Images

Na recuperação

Seja qual for a região afetada, é importante que, após a recuperação, o paciente procure um ortopedista ou um fisioterapeuta que indicará as mudanças e cuidados necessários que precisam ser tomados para voltar a praticar uma atividade física. Com o tênis certo e um bom aquecimento, você estará seguro para retomar a rotina!

Saiba mais

Saiba para que servem as meias de compressão

Saiba o que fazer ao torcer o tornozelo

Correr faz bem para o cérebro e o corpo

Consultoria: Adalto Lima, chefe de ortopedia do Hospital Badim (RJ); Everaldo Vasconcelos, mestre em ortopedia e membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia; Fabio Ravaglia, cirurgião ortopedista e traumatologista; Fernanda Mexas, coordenadora de fisioterapia do Centro Universitário Celso Lisboa (SP); José Ribamar Moreno, diretor médico do Centro de Tratamento Intensivo da Dor (RJ); Mauricio Ferreira, fisioterapeuta da Fluyr Saudável – Clínica de Combate à Dor; Tayla Perosso de Souza, mestra em ciências da saúde e especialista em reabilitação aplicada ao esporte

Texto: Érica Aguira – Edição: Natália Negretti