ESTILO DE VIDA

Acompanhe os cuidados necessários em cada fase da vida da mulher

O envelhecimento é inevitável, mas você pode garantir mais qualidade de vida e saúde. Confira quais os cuidados em cada fase da mulher e viva melhor!

None
Cada fase da vida da mulher precisa de um cuidado diferente. Foto:iStock

por Redação Alto Astral
Publicado em 22/06/2017 às 17:00
Atualizado às 17:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Desde que a mulher nasce, passa por profundas transformações físicas e emocionais. Cada fase possui necessidades específicas. Por isso, aprender a ouvir o próprio corpo e adotar hábitos saudáveis é que farão a diferença para um envelhecimento melhor”, comenta o ginecologista e nutrólogo José Alexandre Portinho. Cuidar tanto do corpo quanto da mente é fundamental para encarar os desafios do dia a dia, ou seja, as tarefas e responsabilidades da mulher moderna. Confira quais os cuidados necessários em cada fase da vida.

Adolescência

A adolescência começa entre os 10 e 12 anos e termina por volta dos 18. É um período cheio de transformações e, por isso, causa muitas dúvidas. “É quando ocorre o despertar da sexualidade e a menina começa a se transformar em mulher”, destaca a ginecologista Mara Diegoli. É nessa época que ocorre a primeira menstruação, chamada de menarca. A menstruação dura, em média, de 3 a 5 dias, porém nos primeiros meses pode ser irregular e causar cólicas. Por isso, é importante consultar um ginecologista logo após a menarca e sempre que houver algum desconforto. Se a adolescente se sentir segura, a mãe pode acompanhá-la na consulta. É essencial tirar todas as dúvidas sobre menstruação, início da vida sexual e sobre tudo o que estiver causando preocupações.

Jovem mulher

Muitas mulheres iniciam a vida sexual depois dos 18 anos. Consultar um ginecologista de confiança e escolher o melhor método contraceptivo vai reduzir o risco de uma gravidez indesejada e de contrair uma DST (doença sexualmente transmissível). Exercícios físicos e alimentação equilibrada servem tanto para perder peso (até os 25 anos, o corpo responde melhor) como para manter a saúde. O quanto antes a mulher adquirir hábitos saudáveis, melhor. “É também a época de começar a prevenir a osteoporose, tomando, pelo menos, 10 minutos de sol por dia”, indica o ginecologista José Alexandre Portinho. “A partir dos 30 anos, a mulher deve começar a medir com assiduidade os níveis de colesterol, hormônios e glicose. A visita anual ao ginecologista é indispensável. Exija de seu médico um exame completo”, ressalta o especialista.

cuidados em casa fase da mulher

Com o envelhecimento, a atenção com o corpo tem que ser redobrada. Foto:iStock.com/Getty Images

Vida adulta

“A prática de exercícios físicos pode dar chance à mulher, nessa faixa etária, de não desenvolver doenças como diabetes, pressão e colesterol altos”, explica o ginecologista. Após os 40 anos, o envelhecimento fica mais nítido na aparência e a disposição cai. Porém, os hábitos de vida saudáveis são capazes de prevenir doenças e amenizar o envelhecimento precoce e a falta de energia. “Beba muito líquido para facilitar a drenagem das toxinas que podem se transformar nas indesejáveis celulites”, indica Portinho. Nessa época, é importante fazer exames como a densitometria óssea, que detecta a osteoporose. A mamografia também é necessária, principalmente para as mulheres que já fazem reposição hormonal. Não se esqueça de cuidar do coração! Consulte um cardiologista, mesmo que não apresente nenhum sintoma de doenças cardiovasculares.

Terceira idade

Nessa etapa da vida, o ginecologista José Alexandre Portinho recomenda redobrar os cuidados com a pele, consultando um dermatologista e usando sempre um protetor solar. Cremes esfoliantes e hidratantes ajudam a reduzir os efeitos da idade. Exercícios físicos e alimentação equilibrada continuam sendo requisitos básicos para manter a saúde. Consulte um médico para saber qual o melhor programa de exercícios para sua capacidade física. Após os 60 anos, é importante ficar atenta aos sinais de estresse e depressão, pois podem ser princípio de doenças mais graves, como o Mal de Alzheimer. Beber bastante líquido e consumir alimentos ricos em fibras auxilia no bom funcionamento do intestino, que tende a ficar mais preguiçosa nessa fase.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria:  José Alexandre Portinho, ginecologista e nutrólogo; Mara Diegoli, ginecologista

LEIA TAMBÉM: