ESTILO DE VIDA

Criança especial: cuidados devem começar na gestação

Se você está esperando ou conhece alguém que tenha uma criança especial, aprenda quais cuidados devem ser tomados ainda na gestação!

None
Apesar da rotina corrida, ter uma criança especial é sinônimo de amor | FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/05/2017 às 10:10
Atualizado às 12:42

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quando os pais ficam sabendo que terão uma criança especial, com algum tipo de problema, precisam se preparar para recebê-lo da melhor forma possível. Veja as dicas!

Susto inicial

• A descoberta de que se dará à luz um filho com algum tipo de deficiência é sempre impactante, seja ela física ou mental.
• “Até o nascimento da criança especial, os pais ainda nutrem alguma esperança de que os médicos possam ter errado. Em geral, eles não querem aceitar e se perguntam: por que nós? Mas, ao mesmo tempo, muitos se sentem culpados por pensarem assim”, diz a psicóloga e psicanalista Léa Michaan.
• Esse tipo de reação, que envolve tristeza e até revolta, é normal diante da frustração do sonho de ter um filho “perfeito”.
• Mas, segundo a especialista, isso deve ser apenas no primeiro momento: “ficar se lamentando não leva a nada. Agora, há uma realidade que precisa ser encarada da melhor maneira”, garante.

Criança especial: sinônimo de amor

• É importante que, aos poucos, os pais passem a pensar no assunto com tranquilidade.
• Esse bebê não tem responsabilidade por nascer com limitações e tem todo o direito de ser amado e respeitado desde a gestação, afinal, ele é capaz de sentir tudo o que a mãe vivencia ou diz.
• “Se a vida nos trouxe uma criança com problemas, nós, como pais, temos que descobrir meios de aceitá-la como é e fazê-la feliz, além de enxergarmos o lado positivo disso: crescermos como pessoas”, orienta a psicóloga.

criança especial com a mão na cabeça

Busque ajuda de profissionais e instituições especializadas no problema dele para orientá-la na educação e criação | FOTO: iStock

Dia a dia da criança especial

• Depois do nascimento, a rotina dos pais passa por muitas mudan- ças e é preciso aprender a lidar com algumas situações.
• O preconceito é um exemplo. Ainda hoje, seja na escola, na rua ou até na família, existem pessoas que discriminam os deficientes.
• A melhor atitude, segundo Léa, é ignorar e ensinar a criança a fazer o mesmo: “não é porque o outro tem um pré-conceito que o meu filho será melhor ou pior. Quem épior é justamente apessoa preconceituosa”. Crianças especiais Como cuidar dos pequenos com deficiência desde a gestação? Patrícia e Francisco (Guilherme Berenguer) em Vidas em Jogo: ela rejeita o bebê que nascerá com síndrome de Down.
• Outras medidas práticas para que ele se desenvolva bem: busque ajuda de profissionais e instituições especializadas no problema dele para orientá-la na educação e criação; se seu filho for totalmente dependente de você, converse com parentes, amigos e instituições de confiança para que possam acolhê-lo da melhor forma quando você não puder estar presente; explique a situação para seu filho conforme ele for perguntando, pois falar de temas que ele ainda não entende pode impressioná-lo.

LEIA TAMBÉM: