Crepioca: descubra os benefícios do alimento para quem quer emagrecer!

Que tal combinar os benefícios da tapioca ao ovo? Descubra todos os benefícios da crepioca para quem deseja emagrecer e turbinar os treinos

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 04/11/2016 às 20:04
Atualizado às 12:02

Quando a palavra crepe vem à mente, logo começamos imaginar aquele salgado cheio de sabor (e de calorias!), que tende a prejudicar – e muito – a dieta. Já pensou se houvesse uma versão do alimento com muitas vitaminas, fibras e proteínas, que colaborasse para ganhar energia, perder peso e, com isso, turbinasse as atividades diárias com muito mais disposição? Pois essa versão existe e se chama crepioca!

crepioca recheada com espinafre

Foto: Shutterstock.com

Afina a silhueta

Para quem deseja perder peso, a crepioca não deve ser consumida em excesso, já que a goma de tapioca presente na massa é rica em carboidrato. Uma crepioca por dia já é o suficiente para ver os resultados na saúde e na balança. “A tapioca se diferencia da crepioca fit por ser apenas a farinha de goma de mandioca recheada, sem a mistura com ovo ou leite. Por isso, é menos substanciosa do que a crepioca, mas é também uma opção interessante para quem quer se manter em forma e evitar os quilos a mais”, explica a nutricionista Mariá Vaz Valentim. Além disso, a receita pode variar conforme a necessidade de cada pessoa e é melhor ainda quando indicada por um profissional especializado.

O melhor horário para ingerir a crepioca

Saber quando consumir a crepioca também é muito importante para atingir os objetivos desejados. “O horário ideal para consumi-la depende do objetivo da pessoa, mas geralmente é utilizada como café da manhã, pré ou pós-treino”, indica a nutricionista Nádia Neves. Não se espante: ela pode ser consumida a bel-prazer, porém, é mais indicado que seja consumida nessas horas. A razão disso é que, no café da manhã, ela ajuda a dar mais saciedade e energia, resultado da combinação de proteína e carboidratos.

Refeição proteica!

Bastante consumida por quem vai à academia, as proteínas têm importantes funções no organismo, entre elas a restauração e formação de tecidos e músculos. “São responsáveis pelo fornecimento de aminoácidos ao organismo, que, além de atuarem na construção e manutenção dos tecidos, também são essenciais para a formação de enzimas, fornecimento de energia e desempenham importantes funções metabólicas e reguladoras”, explica Carolina Arbache, nutricionista. E, diferente da tapioca, a crepioca é fonte da substância! Carolina explica que, para que um alimento seja considerado rico em proteínas ele precisa apresentar, no mínimo, 6g em uma porção – exatamente a quantidade de um ovo. Ou seja, o ovo é o segredo da receita, uma vez que a tapioca apresenta somente 2g de proteínas em 100g de massa.

Texto: Paula Santana, Bárbara Gatti/Colaboradora e Jéssica Frabetti/Colaboradora | Consultoria: Ciça Faria, Carolina Arbach, Daniela Bastos, Daniela Kokol Najar, Mariá Vaz Valentim e Nádia Neves, nutricionistas; Roberto Debski, médico especialista em acupuntura e homeopatia e psicólogo coach de saúde

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.