Seu corpo está preparado para engravidar? Confira as precauções necessárias para esse momento!

Para saber se o seu corpo está preparado para engravidar, é preciso buscar um auxílio médico especializado. Mas algumas dicas simples podem ajudar!

None
Antes de pensar em uma gestação, é preciso saber se seu corpo está preparado para tal missão. FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/08/2017 às 15:31
Atualizado às 14:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quando o casal decide que é hora de ter um filho, deve levar em consideração o estado de saúde de ambos. Mas a mulher, principalmente, precisa se lembrar que mais do que conceber um embrião, ela vai ser o porto seguro do bebê pelos próximos 9 meses. Portanto, essa “casinha” deve estar arrumada e com tudo em ordem para que ele cresça saudável no ventre!

Comece com uma visita ao ginecologista!

Faça exames preventivos, como o de mama, ginecológico e de imagem, se necessário. O médico vai pedir um hemograma, para avaliar como está a sua saúde de maneira geral. Também é importante falar para ele se você tem diabetes, hipertensão, epilepsia, depressão ou outras doenças crônicas. “Habitualmente pedimos as sorologias para infecções e viroses que podem interferir com a gestação. E, para a mulher, a avaliação de rotina ginecológica”, explica o médico especialista em reprodução humana Luiz Fernando Dale. Confira a seguir se o seu corpo está preparado para engravidar e dicas de como facilitar o processo!

Carteirinha de vacinação

Existem doenças potencialmente muito graves que surgem durante a gravidez e que podem ser prevenidas com uma simples vacina. Rubéola, caxumba, catapora e sarampo são exemplos. Portanto, o ideal é que a futura gestante reveja sua carteirinha de vacinação pelo menos quatro meses antes de tentar engravidar, para dar tempo de atualizar as doses e aguardar o período necessário para que o corpo esteja pronto para o bebê, sem riscos de doenças. Veja as mais indicadas para antes da gestação:

  • Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola)
  • Contra a varicela
  • Gripe
  • Tríplice bacteriana acelular para adultos
  • Hepatite A
  • Hepatite B
  • Meningocócica
corpo preparado para uma gestação

Se alimentar de maneira saudável, por meio de alimentos naturais, e praticar exercícios físicos são medidas essenciais para preparar o corpo para a gestação. FOTO: Shutterstock

Está fora de forma?

Uma das principais metas para que este corpo satisfaça todas as necessidades do feto e ofereça conforto a ele é estar livre da gordura. A obesidade é um fator comum e que acaba atrapalhando bastante a gestação. “A gordura é uma inimiga. Aumenta o risco de hipertensão e diabetes, torna este período desconfortável pelo crescimento do útero e, depois que a criança nasce, a mulher encontra muita dificuldade em perder peso”, explica o médico.
De acordo com ele, antes de começar a tentar engravidar, o ideal é que a mulher volte ao seu peso normal. Para as que estão com sobrepeso, o final da gravidez pode ser mais difícil e a incidência de cesarianas é maior. Ao final de uma gestação, a mulher deverá ter engordado em torno de 9kg a 10kg, que correspondem ao peso do bebê, água, placenta e edema. Tudo que for a mais significa gordura, o que trará uma dificuldade de perda na fase pós-parto.

Abandone já!

Fumo e bebidas alcoólicas não combinam com gestação. Se for adepta a hábitos desse tipo – principalmente no caso de drogas ilícitas – a mulher deve dar um basta e ficar longe desses vícios. “O fumo leva a bebês de baixo peso, o que pode oferecer riscos no nascimento”, frisa Dale. No caso do álcool, quando consumido em excesso, pode causar defeitos cardíacos, alterações no crescimento fetal intrauterino e interferir até com o desenvolvimento cerebral.
Já as drogas ilícitas são prejudiciais para a grávida e para o bebê. A criança pode nascer com síndrome de abstinência e ter uma maior dificuldade de relacionamento e de aprendizado. A maconha está ligada a baixo peso do bebê ao nascer. A mulher que quiser engravidar deve abandonar as drogas por completo, antes, durante e depois.

corpo preparado para uma gestação

Manter o peso sob controle é saudável para a saúde da mãe e do bebê. Então, se policie bastante quanto a isso! FOTO: Shutterstock

Faça exercícios físicos

Se o sedentarismo é uma prática comum em sua vida, pense no quanto ele pode atrapalhar a sua gestação e comece já a se mexer. Exercícios regulares ajudam a perder peso, melhoram o humor e reduzem o estresse. O médico explica que 30 minutos três vezes por semana é o ideal. Enquanto o bebê não vem, aproveite esse tempo para fazer caminhada, nadar ou praticar pilates. Isso vai ajudar o corpo a ter mais disposição e estar com os órgãos funcionando plenamente para receber o bebê em seu ventre.
Com a ajuda de um fisioterapeuta, também é possível aprender exercícios para fortalecer o músculo pélvico – o que ajuda a deixar o colo do útero mais fechado -, além de evitar dores abdominais no futuro. Cuide ainda da sua postura. Um profissional pode avaliá-la e sugerir exercícios de fortalecimento muscular e educação de estilo de vida (como não sentar à mesa por longos períodos e levar as suas compras de supermercado corretamente).

Sorriso em dia

Cuidar dos dentes também é uma maneira de se preparar para a gestação. Sim, porque durante a gravidez fica muito mais difícil tratar doenças periodontais, que são aquelas que atacam a gengiva. Elas podem levar ao aborto ou ao parto prematuro. Portanto, ao cogitar a gravidez, já corra ao seu dentista e faça um check-up.

Suplemente-se (só se for com indicação médica, ok?)

De dois a três meses antes de engravidar e durante a gestação os médicos costumam indicar a suplementação com ácido fólico, também conhecido como vitamina B9. Ele vai diminuir em dois terços a chance de alterações do fechamento do tubo nervoso do bebê, segundo o médico Luiz Fernando Dale.

Consultoria: Luiz Fernando Dale, médico especialista em reprodução humana

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.