Saiba tudo sobre convulsões em cães e se prepare caso elas venham a acontecer

Descubra as razões, o que são e como proceder diante de convulsões em cães. Esteja preparado se isso acontecer com o seu pet

None
Foto: reprodução/Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 25/10/2017 às 13:20
Atualizado às 13:46

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres
As convulsões são descargas elétricas que acometem os animais por uma série de fatores. O mais comum é a epilepsia, doença de caráter crônico (não tem cura, apenas controle) e congênito (já nasce com a doença, embora muitos animais apresentam as primeiras convulsões na fase adulta).
O controle se faz com medicamentos que têm a função de controlar a frequência e a intensidade das crises. Por isso, seu cachorro, mesmo medicado, continua apresentando as crises convulsivas.No entanto, com drogas e doses corretas, espera-se uma diminuição desse quadro.
Caso isso não ocorra, é muito provável que algo de errado esteja acontecendo, como medicação ou dose inadequada ou outras doenças envolvidas.Também é muito importante lembrar que fatores emocionais estão diretamente relacionados com a frequência das crises.
LEIA TAMBÉM:
TAGSCÃES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.