Confira quais são as consequências da hipertensão para seu organismo

A hipertensão sobrecarrega todo o organismo e pode gerar outros problemas de saúde. Saiba quais são as consequências desse problema.

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 29/11/2016 às 12:26
Atualizado às 12:49

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quando o problema ocorre e a pressão das artérias ultrapassa os valores normais, o corpo sofre. Da mesma forma que o asfalto é lesado pelo excesso de veículos, o revestimento interno dos vasos (endotélio) é afetado pelo esforço do sangue em circular. A alteração da pressão, a longo prazo, resulta em infartos e derrames. Os rins são outras partes prejudicadas, pois, ao cumprirem sua missão de filtrar o sangue, acabam sobrecarregados pelo excesso de pressão. Nem mesmo os olhos escapam da ação negativa da doença, afetando a retina e levando a problemas de visão. Mais um risco extra entre quem sofre com a hipertensão é o de sangramento durante uma cirurgia. Descubra quais as áreas mais afetadas:

Doencas cardiovasculares saude hipertensao

Foto: Shutterstock

Cérebro

Se a pressão alta atingir algum vaso do cérebro, existe grande chance de acidente vascular cerebral (AVC), também chamado de derrame. No caso de muitos pequenos AVCs seguidos pode ocorrer demência de múltiplos infartos – pessoa que têm o problema geralmente sofrem de hipertensão arterial ou diabetes, patologias conhecidas por lesar vasos sanguíneos cerebrais.

Olhos

A retina, camada bastante vascularizada que reveste o olho internamente, é responsável pela visão. A hipertensão pode obstruir ou romper os vasos da área, destruindo as células da retina, podendo ocasionar problemas de visão, até mesmo cegueira.

Coração

O aumento da pressão arterial faz o coração trabalhar mais para bombear o sangue. Por ser um músculo, quanto mais força o órgão faz, maior fica. Esse aumento de tamanho dificulta a distribuição de oxigênio e de nutrientes. Se um dos vasos do coração ficar comprometido devido à hipertensão, a circulação no local é prejudicada e pode ocorrer infarto (morte do músculo). O maior esforço exigido do músculo cardíaco também pode levar à insuficiência cardíaca, que resulta em falta de ar e inchaço nos tecidos.

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Artérias

Os vasos são recobertos internamente por uma camada muito fina e delicada, que é machucadaquando o sangue está circulando com pressão elevada. Com isso, se tornam endurecidos e estreitos, podendo, com o passar dos anos, entupir ou romper. Quando o entupimento de um vaso acontece no coração, causa a angina que pode ocasionar um infarto.

Rins

Esses órgãos estão repletos de vasos sanguíneos. Se a pressão se eleva, os vasos podem se danificar e diminuir o fluxo de sangue no local, causando a atrofia dos rins. A força do sangue também alarga os pequenos poros dos rins e permite que algumas proteínas saiam pela urina, comprometendo a função dos órgãos gradativamente. Isso pode desencadear insuficiência ou paralisia renal e gerar a necessidade de diálise (procedimento feito por meio de aparelhos que substituem os rins).

Órgãos sexuais

A ereção do pênis depende da circulação sanguínea. Se os vasos desse órgão endurecem devido à pressão alta, a circulação fica comprometida e pode levar à impotência sexual.

Ossos

A perda da função renal desencadeada pela hipertensão faz com que mais cálcio seja excretado na urina, o que pode resultar na fraqueza dos ossos, manifestada por dores e fraturas.

Hipertensão infográfico

Fonte: Sociedade Brasileira de Hipertensão

Texto: Redação Alto Astral
Fonte: Sociedade Brasileira de Hipertensão

LEIA TAMBÉM: