Conheça o matchá e saiba como utilizá-lo no seu programa de emagrecimento

Quer emagrecer sem sofrimento? Conheça o matchá, alimento termogênico que ajuda a acelerar a queima de gorduras e oferece inúmeros benefícios à saúde

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/05/2017 às 17:45
Atualizado às 11:59

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A fama do matchá no mundo não é à toa! A erva tem efeitos importantes que ajudam na redução de peso e oferece pique para a prática de atividade física. Termogênico, detox e antioxidante são alguns dos poderes oferecidos pelo “irmão” do chá verde. “Além disso, ele pode ser consumido em vários momentos do dia. Como ele tem um efeito estimulante, é bem interessante ingeri-lo no café da manhã (no lugar do café, por exemplo), nos lanches intermediários e após o almoço (cerca de 1 hora depois da refeição)”, revela Alessandra Godoy, nutricionista da Equilibrium Consultoria. Conheça o matchá e todos os seus benefícios para a saúde e o emagrecimento:

Livre-se dos radicais!

“Os radicais livres em excesso podem desequilibrar várias funções do organismo, inclusive o metabolismo de gorduras e demais nutrientes, bem como a modulação do apetite, o que talvez contribua para o ganho de peso e a dificuldade de sua perda”, esclarece a nutricionista Neiva Souza, do departamento científico da VP Consultoria Nutricional. “Os alimentos antioxidantes são mecanismos protetores que têm a função de neutralizar os compostos reativos e prevenir os efeitos adversos do estresse oxidativo, como o aparecimento de doenças, entre elas a aterosclerose, o diabetes, a obesidade, os transtornos neurodegenerativos e o câncer”, esclarece Ina Carolina Menezes, nutricionista e consultora do Instituto Nyoá.

Esse poder é bastante comentado no que diz respeito ao matchá, pois é ainda mais potente que o do próprio chá verde, reconhecido por justamente essa propriedade. Ele também é rico em flavonoides e vitaminas que oferecem esse poder. No emagrecimento, a nutricionista Ina explica que essas substâncias atuam na modulação de um hormônio do sistema nervoso simpático, a noradrenalina, promovendo reações que evitam o aumento no tamanho e na quantidade de células de gordura no organismo, no depósito e no ganho de peso. “Alguns estudos mostram que a EGCG (estrato do matchá e chá verde) exerce um papel importante no controle do tecido adiposo e de algumas enzimas relacionadas ao metabolismo lipídico”, completa a profissional.

Zero toxina: conheça o matchá

“O conceito detox consiste em ‘limpar’ o fígado e ajudá-lo a eliminar qualquer substância tóxica para nosso corpo ou que provoca o envelhecimento das células. O matchá possui propriedades capazes de realizar essa função, são os chamados compostos bioativos”, revela a nutricionista Alessandra. Os polifenois e as catequinas são alguns dos compostos que têm essa propriedade. Investir em uma alimentação detox se tornou moda porque é sinônimo de fim do inchaço e do começo do ânimo, que faz você não esperar até segunda-feira para começar a se exercitar. Ao utilizar o matchá, você está consumindo não só a infusão, mas a erva na íntegra, porque ela é diluída na água. Por isso, é mais concentrada que os outros chás e se destaca por conter clorofila, um pigmento que dá o verde da folha e também tem poder desintoxicador.

Adeus, barriga inchada!

Ter um intestino que funcione regularmente é uma dádiva para quem deseja emagrecer e uma dificuldade para muitas mulheres. A ingestão de fibras, presentes principalmente nas frutas, verduras e nos legumes, são fundamentais para você ter um bom funcionamento intestinal, pois elas ajudam na formação e na eliminação do bolo fecal. Mas, para isso, é importante ingeri-lo como líquido. “O matchá melhora a hidratação e, por consequência, a função intestinal”, revela Alessandra Godoy. Esse poder se destaca especialmente quando a ingestão acontece na forma de chá.

Sem beliscos

Os grandes sabotadores das dietas são as beliscadas fora de hora. Isso se deve, principalmente, ao fato de não estarmos saciadas nas refeições e lanches. Para esse problema, o matchá pode ser uma solução! “Ele estimula uma saciedade precoce por conta do antioxidante EGCG (epigalocatequina) que estimula a liberação de um hormônio chamado de CCK (colecistocinina), que é responsável por encaminhar ao cérebro a informação de que o estômago está cheio, o que também contribui para a regularização das taxas de açúcar do sangue no nosso organismo”, explica Vanessa Pimentel, nutricionista.

Não exagere!

Você já deve ter percebido que o matchá é um ótimo aliado na dieta. Mas o consumo exagerado da erva pode causar alguns efeitos colaterais. São eles: dor no estômago e na cabeça, insônia, irritabilidade e azia.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Alessandra Godoy, nutricionista da Equilibrium Consultoria; Ina Carolina Menezes, nutricionista e consultora do Instituto Nyoá; Isabel Andrade, nutricionista da Venutri; Neiva Souza, nutricionista do departamento científico da VP Consultoria Nutricional; Vanessa Pimentel, nutricionista

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.