ESTILO DE VIDA

Você sabe como prevenir hemorroidas? Conheça a doença e como identificá-la!

Assim como outras doenças e infecções anais, as hemorroidas possuem modos de tratamento. Saiba como prevenir hemorroidas e amenize o problema!

None
Por conta dos preconceitos que ainda envolvem a saúde do ânus, muitas pessoas têm dúvidas sobre as hemorroidas sentem vergonha de procurar informações e auxílio médico para o problema. FOTO: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/11/2017 às 09:00
Atualizado às 09:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Muita gente ainda trata com preconceito a saúde do ânus, seja com relação às diversas infecções e problemas que atingem o local ou aos cuidados e higiene necessários para manter a área saudável. As hemorroidas são um exemplo disso. Apesar de normalmente não constituírem um problema muito sério de saúde, podem evoluir para quadros agudos de inflamação se não tratadas. Saiba como prevenir hemorroidas e aprenda a afastar essas dores!

O que são hemorroidas?

Hemorroidas são veias inflamadas ou dilatadas do ânus e do canal anal. Existem dois tipos: as externas e as internas, podendo uma pessoa apresentar ambas, quadro classificado como hemorroidas mistas. As externas se parecem com varizes ou com pelotas de sangue e ficam visíveis na borda do ânus. Já as internas aparecem acima da abertura do ânus, na parte de dentro do corpo, e podem causar sintomas mais agudos.

Como identificar

Por falar em sintomas, os indícios mais comuns à pessoa que está com hemorroidas são o sangramento na região do ânus, dor ou sensação de ardor após a defecação, coceira e incômodo, por conta das veias dilatadas que ficam expostas. Ao perceber um ou mais desses sintomas, o ideal é procurar um médico, pois apesar de não acarretar problemas maiores à saúde, o incômodo excessivo provocado pela inflamação pode prejudicar sua qualidade de vida.

Porém, é necessário atenção: se o sangramento persistir por mais de uma semana e ficar muito intenso, ocorrendo acompanhado ou não das fezes, ou caso as saliências externas do ânus endureçam, o ideal é procurar imediatamente um médico. Esse tipo de sintoma pode ser um sinal do corpo indicando o desenvolvimento de outras doenças mais graves, como fissuras anais, ulcerações retais, diverticulite, pólipos, verrugas anais, doenças inflamatórias intestinais ou mesmo câncer de cólon ou reto.

Consulte sempre um médico antes de utilizar qualquer medicamento e para evitar o diagnóstico tardio de doenças mais graves

É necessário procurar um médico a qualquer sintoma das hemorroidas, tanto para evitar a automedicação quanto para prevenir doenças mais graves que possam se confundir com a inflamação. FOTO: iStock e Getty Images

Como prevenir hemorroidas

A prisão de ventre e o esforço elevado ao evacuar estão entre os principais causadores das hemorroidas. Por isso, uma mudança na alimentação pode auxiliar (e muito) na prevenção das hemorroidas. Aposte nos alimentos ricos em fibras, como frutas, verduras, sementes, cereais e beba bastante água. A água e as fibras são as principais aliadas do intestino

E dá pra tratar?

As hemorroidas são sim, tratáveis. É possível controlar a inflamação de três modos: através de ligadura elástica, na qual tenta-se “estrangular” a veia dilatada amarrando a ela um anel elástico; pela aplicação de pomadas ou supositórios; ou através de cirurgia para retirada da veia afetada. Normalmente, o método cirúrgico é utilizado em último caso, ou quando a inflamação já se encontra em um grau muito agudo.

É importante lembrar sempre que, por mais simples que pareça a enfermidade, a automedicação não deve nunca ser usada como forma de tratamento. Como explicado anteriormente, alguns sintomas da hemorroida podem ser confundidos com manifestações de doenças mais graves, cujo diagnóstico tardio pode comprometer significativamente a saúde do paciente ou até levá-lo à morte.

Texto: João Paulo Fernandes

LEIA TAMBÉM