ESTILO DE VIDA

Como manter a harmonia no casamento

Truques para evitar as brigas e manter a paz no casamento!

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/08/2016 às 16:04
Atualizado às 15:20

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Após a euforia do casamento, o casal passa por um período de adaptação. É nessa hora que começa a conviver sob o mesmo teto e, consequentemente, precisa decidir como será a rotina de tarefas domésticas, a divisão de contas, visita à família etc. Para estar sempre em harmonia, é preciso dedicação e, acima de tudo, tolerância com o outro, afinal, ninguém é perfeito e respeito é fundamental para o sucesso do relação. Veja as dicas!

casal jovem sorrindo

Foto:  Shutterstock.com

Dividindo as contas

“No período que antecede o casamento, o casal tem a oportunidade de se conhecer melhor e, assim, também se conhecer financeiramente, ou seja, rendas e possibilidades de cada um. Dessa forma, como já diz um ditado popular, ‘o combinado não sai caro’. É necessário verificar, dentro das possibilidades de cada um, quem ficará responsável por cada conta, respeitando o nível de comprometimento de cada um, os objetivos comuns e objetivos pessoais. A conversa franca deve existir frequentemente para os ajustes necessários”, explica Ludmilla Torres, partner da SBCoaching.

Tolerância com o outro

“Ninguém é perfeito. Para manter a harmonia, o primeiro passo é saber a hora certa de conversar. Evite essas conversas no momento da irritação. Mostre para o seu parceiro como seria diferente se ele mudasse tal atitude. Lembrando que, para a mudança ocorrer e ser efetiva, ela deve ser reconhecida pelo parceiro. Caso isso não aconteça, reveja o nível de relevância de tal mudança para a vida do casal. Essa mudança seria realmente fundamental?.”

VEJA TAMBÉM:
Tira-dúvidas: casamento em crise
10 dicas para economizar na festa de casamento
Como manter o casamento feliz na velhice

E a família?

“Cada família tem a sua característica de encontros. Procure uma adequada proporção. Conheço casais que alternam a celebração do Natal, por exemplo. Um ano com a família dele e, no outro, com a dela. Cuidado também com os exageros de frequência no dia a dia, pois poderão ser motivos de discussões graves.”

Tarefas domésticas

“Tanto o marido quanto a mulher são responsáveis pelas tarefas domésticas. Como sugestão verifique as habilidades de cada um, procure o equilíbrio e o discernimento, pois o propósito de uma união é viverem juntos e em harmonia.”

Cultive hábitos do namoro

“Sempre ter em mente o motivo pelo qual houve a atração. Manter o carinho, a preocupação, o cuidado com outro, a aparência, a surpresa, a relação sexual, o preparo para o encontro. Muito importante também, entender que o seu espaço também passa a ser o espaço do outro.”