ESTILO DE VIDA

Como lidar com a partida dos filhos: conheça a síndrome do ninho vazio

O dia em que eles irão deixar o ‘ninho’ e se aventurar no mundo irá chegar, mais cedo ou mais tarde, em todas as famílias. Descubra como lidar com a partida dos filhos!

None
A partida dos filhos pode ser superada, e até prevenida FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 22/03/2018 às 07:00
Atualizado às 17:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

É comum imaginarmos que os nossos pequenos estarão sempre conosco e, difícil pensar, que em algum momento ele não estará mais em baixo da nossa asa. Na maioria das vezes, mães e pais não sabem como lidar com a partida dos filhos. Seja para a faculdade, trabalhar ou constituir sua família, a ida deles pode doer. A síndrome do ninho vazio não é uma coisa anormal, e muitos pais sofrem com isso.

O que acontece?

Neste momento, os pais sentem que perderam sua função, já que não há mais ninguém que precise dos seus cuidados. Marina Simas de Lima e Denise Miranda de Figueiredo, psicólogas e co-fundadoras do Instituto do Casal, comentam que a saída dos filhos de casa irá demandar do casal um processo de adaptação à nova fase da relação. “Devemos lembrar que criamos os filhos para o mundo e não para nós. O dia em que eles irão deixar o ‘ninho’ e se aventurar no mundo irá chegar, mais cedo ou mais tarde, em todas as famílias”, ressalta Marina.

Homem, branco, moreno, sozinho, triste, olhando pela janela, de luto

Devemos lembrar que criamos os filhos para o mundo, e não para nós. Foto Istock.com/Getty Images

Eles saíram. E agora?

É preciso pensar que esse é o momento de escrever um novo capítulo na história da vida, tanto do casal quanto a individual. “Os pais devem lembrar que o filho também estará construindo um novo capítulo em sua vida. É uma boa oportunidade de dedicar mais tempo e energia a novas experiências e projetos, e quem sabe descobrir um novo jeito de exercitar a paternidade e a maternidade de filhos adultos que vivem em casas diferentes das suas”, comentam Marina e Denise.

Como lidar com a partida dos filhos

“É muito importante que desde cedo os pais deem autonomia aos filhos e se dediquem também a vida a dois, assim como a seus interesses e atividades pessoais. Casais que se dedicam exclusivamente aos filhos, deixando de lado sua individualidade e descuidando do casamento, podem ter mais dificuldade em enfrentar a partida dos filhos”, refletem as especialistas.

Consultoria: Marina Simas de Lima e Denise Miranda, psicólogas

LEIA TAMBÉM:

TAGSLUTO