Como lidar com pessoas polêmicas

Consultora em desenvolvimento humano e colunista de Malu, Eliana Barbosa, fala sobre o assunto

None

por Redação Alto Astral
Publicado em 18/02/2015 às 17:31
Atualizado às 09:40

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Uma das maiores dificuldades nos relacionamentos é conviver com pessoas tóxicas, aquelas que sentem prazer em provocar os outros, chamar para a briga, criticar e criar polêmicas. E elas estão em toda parte: na família, no trabalho, no supermercado, na fila do banco, e, geralmente, não poupam ninguém.

Foto: Shutterstock Images

Foto: Shutterstock Images

Quem gosta de polemizar, criar caso com tudo, é alguém com a autoestima muito baixa, que não se aceita como é e, por isso, passa a vida com mau humor e pessimismo. Com forte sentimento de inferioridade, leva tudo para o lado pessoal, não se contenta com argumentos e quer sempre ter a última palavra.

E como lidar com gente assim?

A minha primeira dica é que você abasteça-se de autoamor e autoconfiança para não se envolver na negatividade dessas pessoas. Pare de perder seu tempo argumentando com elas, dando conselhos para quem já se acha dono da verdade, porque isso acaba ferindo os seus sentimentos. Essas pessoas, além de complicadas, são muito ingratas. É perda de tempo ficar idealizando como você gostaria que elas fossem, ou discutir com elas o seu ponto de vista.

Conheça Marcos Lopes, o rapaz da periferia que criou um projeto para resgatar jovens do crime e das drogas

Em nome de sua paz interior, entenda a natureza de cada um, sem ficar cobrando que seja o que você considera o certo ou o melhor. Mas cuidado, entender não quer dizer passar a mão na cabeça do outro e engolir desaforos ou injustiças. Para que te respeitem, você precisa se impor, e uma das formas mais inteligentes de se impor diante de pessoas ignorantes é o silêncio. 

+ Como lidar com os erros e acertos da vida

Outra sugestão é que, tanto quanto possível, mantenha distância destas criaturas complicadas. Pesquisas revelam que somos a média das cinco pessoas com quem passamos mais tempo. Isso quer dizer que precisamos ser bem seletivas em nossos relacionamentos, para não nos intoxicar-mos com a poluição mental, emocional e verbal dos outros.

Papo Cabeça

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.