ESTILO DE VIDA

Metabolismo lento ou acelerado? Saiba como funciona o seu

Lento ou acelerado? Saiba todas as funções do metabolismo e entenda como isso pode ajudá-la a perder peso mais rápido de forma saudável!

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/09/2016 às 19:19
Atualizado às 12:19

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Metabolismo se refere ao conjunto de transformações e reações químicas e físicas que os nutrientes e outras substâncias sofrem no nosso organismo. “Esse processo é responsável pela síntese e degradação dos nutrientes na célula, sendo essencial para converter alimentos ou outras substâncias em energia ou em subprodutos metabólicos que serão utilizados pelo corpo para as mais diversas funções”, explica a nutricionista Cintya Bassi, do Hospital e Maternidade São Cristóvão, de São Paulo. Ou seja, esse processo é vital para todos os seres vivos, pois é através dele que os alimentos ingeridos se transformam na energia necessária que o corpo precisa para crescer e se desenvolver.

mulher correndo para acelerar metabolismo

Foto: iStock.com/Getty Images

Catabolismo x Anabolismo

O metabolismo ainda se divide em anabolismo e catabolismo. Veja só a diferença: anabolismo é o conjunto de reações que produzem compostos e substâncias a partir de componentes menores, por exemplo, a formação de proteínas que se dá a partir de aminoácidos. Catabolismo é o conjunto de reações que degradam as substâncias em componentes menores. Quando a pessoa faz dieta, o metabolismo está em catabolismo. “Quando o catabolismo supera em atividade o anabolismo, o organismo perde peso, o que acontece em períodos de jejum ou doença. Mas se o anabolismo superar o catabolismo, o organismo cresce ou ganha peso. Quando anabolismo e catabolismo estão em equilíbrio, o organismo está em homeostase. A manutenção do peso entra exatamente no ajuste desses dois processos”, explica a nutricionista Marcia Loureiro, da Clínica Life, de Campinas.

SAIBA MAIS

Alimentos que eram vilões e agora são permitidos na dieta

6 alimentos termogênicos que detonam a gordura

Conquiste a barriga zero sem sacrifício!

Lento ou acelerado?

A forma como age o metabolismo é que decide o resultado da sua dieta. Quem tem o metabolismo lento tem mais dificuldade em perder peso e facilidade em ganhar, pois queima calorias mais lentamente. Muitas podem ser as causas: hereditariedade, idade, genética, ficar sem comer mais de três horas, falta de proteína, água, vitaminas e minerais. Dietas restritivas e sedentarismo também diminuem o ritmo do metabolismo. Já quando ele é acelerado, acontece o contrário: a pessoa tem até dificuldade em ganhar peso, pois tudo o que ela consome é queimado rapidamente pelo organismo. Assim como para quem quer perder peso, que consegue de forma mais eficaz. Portanto, é o metabolismo que controla a velocidade da queima de calorias e auxilia na regulagem de energia do organismo: quando é acelerado queima mais, quando é lento o corpo tem mais dificuldade em perder peso. Sendo que isso tudo é influenciado por fatores como genética, idade, peso, altura, sexo, temperatura, ambiente, dieta e prática de exercícios.

Dieta certa de acordo com o ritmo do metabolismo

Independente do tipo é preciso seguir uma dieta para manter o corpo em forma e regrado. Quem tem metabolismo acelerado deve seguir um plano alimentar calórico e ao mesmo tempo saudável, para manter ou ganhar peso. Já pessoas que têm o ritmo mais lento, além de dieta, precisam praticar exercícios físicos para que a energia consumida seja proporcional ao gasto energético. Além disso, ganhar massa muscular também ajuda a perder peso, já que músculo é um tecido metabolicamente ativo que consome energia. O plano alimentar também deve incluir alimentos que auxiliem na aceleração do metabolismo como proteínas e alimentos termogênicos (cafeína, chá verde, pimenta-vermelha, mostarda, guaraná em pó e kiwi).

Texto: Júlia Prado | Consultoria: Cintya Bassi, nutricionista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, de São Paulo, www.saocristovao.com.br; Márcia Loureiro, nutricionista da Clínica Life, de Campinas, www.lifeclinicacampinas.wordpress.com