Entenda como funciona a concentração

Muito buscada nas correrias do dia a dia, a concentração é um processo que envolve diversas regiões do cérebro. Entenda como ela funciona!

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 21/07/2016 às 18:28
Atualizado às 14:21

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Na rotina em que vivemos atualmente, cheia de tarefas e compromissos, às vezes, fica meio complicado manter a concentração em algumas coisas, não é mesmo? Seja naquela conversa com os amigos ou na leitura de um livro, por mais que você se esforce, quase sempre aquele som vindo da televisão ou as vozes de outras pessoas parecem mais interessantes do que se está fazendo. A partir disso, outras coisas vão chamando sua atenção e você não consegue voltar ao foco principal. Se você chegou até aqui, faça aquela força e prossiga na leitura, ok?

Concentração e mente

Por trás de manter-se atento com algum objetivo, há vários processos mentais envolvidos quando falamos em concentração. “A ativação de áreas do cérebro, como o córtex pré-frontal, os núcleos da base, o cerebelo, o córtex parietal e os circuitos associados têm papel fundamental nesse processo”, explica Erasmo Casella, doutor em neurologia.

Entenda como funciona a concentração

Foto: Shutterstock.com

Como o cérebro ajuda na concentração?

Diversas pesquisas no campo da neurologia apontam que, quando exigido, o cérebro ativa uma série de regiões, visando um melhor desempenho de concentração em qualquer tipo de atividade que você estiver executando no momento.

Além disso, certos neurotransmissores contribuem para o desenvolvimento dessa capacidade. “Não podemos esquecer de substâncias como a dopamina e a noradrenalina (ligadas ao foco), o GABA (importante para evitar a ansiedade) e o glutamato (relacionado com os processos de memória e aprendizagem), que também fazem parte desse avanço”, aponta o médico psiquiatra Edson Hirata.

Saiba mais:

Mindfulness: meditação contra estresse e ansiedade

10 dicas para melhorar a concentração

Hipnose: ela pode ajudar você

Texto: Vitor Manfio/Colaborador

Edição: Victor Santos

Consultorias: Edson Shiguemi Hirata, médico psiquiatra do Hospital Santa Cruz de São Paulo (SP); Erasmo Casella, doutor em neurologia pela Universidade de São Paulo (USP) e médico no Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP).

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.