Como cuidar da alimentação durante a gravidez

Comer bem não significa comer por dois. A nutrição correta da mãe durante a gravidez reflete no crescimento do feto. Confira como cuidar da alimentação!

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 30/08/2016 às 20:00
Atualizado às 13:13

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Comer bem não significa comer por dois! A nutrição correta da mãe durante a gravidez reflete no crescimento e na saúde do feto. A visita ao obstetra é indispensável para a orientação da dieta certa e ingestão de vitaminas. Vale lembrar que o regime de emagrecimento é contraindicado para qualquer gestante. Veja como cuidar da alimentação durante a gravidez:

Grávida segurando prato de frutas

FOTO: Shutterstock.com

Preste atenção!

O cérebro do bebê começa a se formar na terceira semana de gestação. Nessa fase, os nutrientes necessários devem ser ingeridos pela mãe para ajudar nessa formação. Se os nutrientes não forem suficientes, aumentam os riscos de o bebê ter uma deficiência neurológica, no peso ou comprimento.

Quanto uma gestante deve engordar?

Segundo os médicos, um ganho de peso de 9kg a 15kg é considerado normal. Mas isso varia de pessoa para pessoa. Em geral, o organismo da grávida funciona de forma mais lenta. A capacidade respiratória diminui e, como o oxigênio faz queima de calorias, há predisposição para o ganho de peso.

Como cuidar da alimentação durante a gravidez

Aposte nos alimentos certos

FERRO – A quantidade de ferro necessária é o dobro do que é consumido normalmente. Os alimentos ricos em ferro são as carnes vermelhas, fígado, peixes, aves, ameixas, frutas secas, feijões, hortaliças, couve, espinafre e brócolis.

PROTEÍNAS – As células do bebê que estão em formação são constituídas principalmente por proteínas. São encontradas nas carnes, ovos, leite e derivados.

VITAMINA B6 – É de extrema importância para o desenvolvimento do feto. Você encontra essa vitamina nos cereais integrais, batatas, banana, aveia e gema de ovo.

CÁLCIO – No terceiro mês de gravidez a mulher necessita de uma dose extra de cálcio, principalmente porque os ossos e os dentes do bebê estão em formação. As fontes deste nutriente são: leite, queijos, iogurte, alimentos comerciais fortificados com cálcio, salmão, espinafre e queijo de soja.

ZINCO – Ele atua na formação do hormônio do crescimento. É encontrado na carne bovina, aves, fígado bovino, cereal de grão integral, feijões e nozes.

ÁCIDO FÓLICO – É vital para o bom desenvolvimento do feto. Esse nutriente é derivado da vitamina B. A falta de ácido fólico pode comprometer as funções neurológicas do feto. Você pode encontrar nos vegetais, folhas verdes, fígado, cenoura e gema de ovo.

Consultoria: Fabíola Martins e Simone Tonelli Grassi, nutricionistas.

Veja também
Estimule o bebê durante a gravidez
Sexo na gravidez: veja como conciliar
11 dúvidas sobre bebês recém-nascidos