ESTILO DE VIDA

Glúten: como combater problemas causados por essa proteína?

Para quem sofre com o glúten, cortá-lo do cardápio é obrigação. E para quem pensa que não, é possível substitui-lo por outros alimentos, até mais saudáveis.

None
Foto iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 30/08/2016 às 19:44
Atualizado às 20:59

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Antes de tudo, para quem não sabe, glúten é uma proteína do trigo. Agora, o que alguns sabem e outros ainda desconhecem, é  o fato dessa proteína causar intolerância em quem a consome. Segundo a nutricionista Clarissa Bargas, existem pessoas que são acometidas, devido à predisposição genética, a uma intolerância permanente ao glúten. “Esse quadro é chamado de doença celíaca, o qual pode surgir em qualquer idade”, conta.

Pães, farinha de trigo

Foto Shutterstock.com

Como tratar o problema?

E quando essa intolerância aparece, o que pode ser feito? No caso da doença celíaca o principal tratamento é manter um cardápio com total ausência de glúten, pois quando a proteína é excluída da alimentação, os sintomas desaparecem. Exatamente por esse motivo, é essencial encontrar ingredientes alternativos àqueles que apresentam glúten em sua composição, como o clássico pãozinho francês e inúmeros tipos de bolo.

Boa opção!

O jeito é utilizar farinhas diferentes das de trigo, tais como: de arroz, de linhaça, de coco e de milho. Além disso, alimentos como fécula de batata e polvilho (seja doce ou salgado) também podem fazer parte da receita de quem apresenta intolerância ao glúten.

Coleção de grãos saudáveis sem glúten

Foto iStock.com/Getty Images

Atenção!

Mesmo quantidades mínimas do glúten podem trazer consequências danosas ao paciente. O menor contato já é suficiente para causar um grande estrago. Assim, torna-se fundamental evitar a utilização da mesma faca para se passar margarina em pão com glúten e depois passar em bolacha sem glúten, por exemplo.

Saiba mais:

Couve é uma boa fonte de cálcio e pode substituir o leite

5 sinais que indicam intolerância ao glúten

Alergia pode ser evitada com dieta sem restrições

Consultoria Clarissa Bargas, nutricionista