Connect with us

O que você está procurando?

Alto Astral
Conheça dicas sobre como acabar com a obesidade e descubra quais são as complicações que a doença pode causar em todo o organismo
- Quer saber como acabar com a obesidade? O primeiro passo é buscar ajuda especializada para encontrar o forma mais indicada para você. FOTO iStock.com/Getty Images

Como acabar com a obesidade? Profissional apresenta um caminho!

Conheça dicas sobre como acabar com a obesidade e descubra quais são as complicações que a doença pode causar em todo o organismo

[PAGE TITLE]

Controlar o peso é um assunto que vai bem além da estética. Favorece a autoestima do indivíduo, sim, porém é uma questão muito mais de saúde: a obesidade é fator de risco para doenças cardíacas, hipertensão, diabetes tipo 2, colesterol alto, problemas ortopédicos e pode, inclusive, elevar o risco de câncer, entre outras doenças. No Brasil, mais da metade da população (50,8%) está acima do peso e, dentre esses, 17,4% são obesos, segundo dados do Ministério da Saúde. Mas, afinal, como acabar com a obesidade?

Ajuda profissional

Perder peso é uma tarefa que demanda vontade e disciplina e, muitas vezes, o paciente precisa de ajuda para começar. O primeiro passo é procurar um médico e avaliar o estado clínico para decidirem, juntos, os melhores procedimentos para sair da obesidade. Endocrinologistas, nutricionistas, educadores físicos e até psicólogos podem contribuir, com cardápios individualizados, programa de exercícios, avaliação clínica e no processo de mudança da mente sobre os hábitos.

Além disso, como acabar com a obesidade é um processo longo, o ideal é ficar longe de dietas radicais, que podem provocar problemas em vez de ajudar; ou praticar exercícios sem acompanhamento, pois o obeso apresenta mais dificuldades para algumas atividades, que podem ser perigosas.

Manter bons hábitos alimentares é uma das formas mais eficazes de combater a obesidade.

Manter bons hábitos alimentares é uma das formas mais eficazes de combater a obesidade. FOTO iStock.com/Getty Images

Opinião de quem sabe sobre como acabar com a obesidade

O cirurgião Cid Pitombo questiona a forma como a obesidade vem sendo abordada hoje e apresenta um caminho para vencer essa epidemia.  “O excesso de peso pode dificultar o caminhar e as atividades cotidianas mais simples, como tomar banho ou se higienizar. Estamos falando de uma doença, e não de preguiça ou gula. Existem milhões de indivíduos com obesidade em filas para tratarem problemas associados a ela. O Sistema Único de Saúde (SUS) incorporou às suas diretrizes medidas como a disponibilização da cirurgia bariátrica por acesso videolaparoscópico, sabidamente muito mais seguro e menos invasivo”, afirma.

O acesso ao procedimento ainda está limitado, e não cresce na mesma progressão que a quantidade de obesos em situação de morbidade. “O tempo de espera nas filas para a cirurgia bariátrica, dependendo do Estado, pode chegar a sete anos. Alguns sequer disponibilizam o procedimento. O Rio de Janeiro, no entanto, tem dado o exemplo e está garantindo vida a essa população. Em pouco mais de seis anos, saiu de uma realidade de 20 cirurgias por ano para cerca de 500 em 12 meses. E todas por acesso videolaparoscópico, o que inspirou o Ministério da Saúde a recomendar o mesmo para todo o país”, finaliza o profissional.

Existem alimentos específicos que, quando aliados à prática regular de exercícios físicos, ajudam na redução do peso.

Existem alimentos específicos que, quando aliados à prática regular de exercícios físicos, ajudam na redução do peso. FOTO Shutterstock

Alimentos aliados

Quer descobrir algumas opções de ingredientes saudáveis e que ajudam na busca pelo peso ideal? Então, conheça cinco alimentos detox que desempenham muito bem esse papel!

Couve: estimula a limpeza do organismo, eliminando substâncias que podem causar doenças e toxinas que ficam nas células de gordura.

Abacaxi: possui bromelina, uma substância que facilita a digestão de proteínas, especialmente as de origem animal.

Gengibre: graças ao gingerol, óleo com ação termogênica, a raiz tem capacidade de acelerar o metabolismo e aumentar a temperatura corporal, elevando o gasto calórico em mais de 10%.

Limão: é rico em vitamina C, que beneficia o funcionamento do fígado. Também atua na prevenção de alguns tumores, na eliminação de toxinas e tem atividade antioxidante.

Melancia: por ser constituída por cerca de 90% de água, é um excelente diurético, atuando no combate à retenção de líquidos e eliminando as impurezas pela urina.

 

Consultoria Cid Pitombo, cirurgião e coordenador do Programa Estadual de Cirurgia Bariátrica do Rio de Janeiro

 

LEIA TAMBÉM:

 

Advertisement
Advertisement

Mais notícias interessantes como essa

Estilo de vida

O plano de saúde é utilizado por muitos brasileiros, mas também é fonte de diversas reclamações. Conheça dicas para utilizá-lo melhor e evitar dor de cabeça

Geral

Através das emoções, determinadas situações podem se transformar em doenças psíquicas. Descubra como surgem as doenças emocionais

Estilo de vida

De acordo com pesquisa realizada na Unicamp, o estresse pode causar até perda de dentes, sabia? Descubra a real influência do estresse na saúde bucal!

Estilo de vida

Obesidade, infarto, diabetes e acidente vascular cerebral (AVC) são alguns tipos de doenças metabólicas, que vêm aumentando cada vez mais ao longo dos anos

Estilo de vida

As causas dos tremores podem ser a repetição de alguns hábitos, como a ingestão de medicamentos, bebidas estimulantes e até mesmo, muito tempo sem comer

Estilo de vida

Ela pode ser definida como uma doença grave e complexa. Embora suas causas ainda não são totalmente conhecidas, veja o que é esquizofrenia e como tratá-la!

Estilo de vida

Várias dúvidas sobre o Alzheimer ainda precisam ser esclarecidas. Por isso, você confere uma entrevista com uma especialista no assunto!

Estilo de vida

Frutas para diabetes? Isso mesmo! Existem muitos alimentos que podem ser incluídos na dieta de um diabético: o limão e o coco são exemplos disso!