Comer carboidrato no jantar engorda?

É verdade que a última refeição do dia deve ser leve, porém não pode ser restritiva demais. Entenda por quê é importante incluir o carboidrato no jantar.

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 11/08/2016 às 18:19
Atualizado às 11:51

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Segundo uma pesquisa feita pela Universidade Hebraica de Jerusalém, em Israel, comer carboidrato no jantar não afeta o peso, muito pelo contrário: com uma refeição balanceada ao longo do dia, ingerir o nutriente nas refeições noturnas faz com você sinta menos fome no dia seguinte. Saiba mais sobre a última refeição do dia e entenda como é possível fazer um jantar leve, sem engordar:

mulher comendo macarrão, carboidrato no jantar

Foto: iStock.com/Getty Images

Por que comer carboidrato no jantar não engorda?

Quem segue uma dieta balanceada sabe que é preciso se alimentar corretamente ao longo do dia, incluindo todos os grupos alimentares nas refeições. Quando dormimos, ficamos em jejum por aproximadamente 8 horas. Quando nos alimentamos com carboidratos à noite, de preferência do grupo complexo, os hormônios responsáveis pelo controle de apetite e da saciedade (leptina, grelina e adiponectina) são secretados no organismo, garantindo a saciedade até o café da manhã no dia seguinte.

SAIBA MAIS

Comer de 3 em 3 horas: mito ou verdade?

Óleos antibarriga: escolha o seu!

Famosas que também furam a dieta!

Qual o melhor horário para ingeri-los?

O indicado é fazer 6 refeições diárias e comer a cada três horas. O que dizem por aí é verdade e tem fundamento: o ideal é se alimentar melhor nas primeiras refeições e diminuir a quantidade com o passar do dia. “É necessário comer menos à noite porque o metabolismo fica mais lento e, consequentemente, vamos metabolizar menos e acumular mais. Mas isso é individual, pois pessoas que praticam atividade física à noite vão precisar repor o glicogênio perdido, necessitando de um pouco de carboidratos, mas de preferência os ricos em fibras”, explica a nutricionista Isabella Correia.

Pode dormir em jejum?

Não é recomendável o jejum, pois o metabolismo fica lento e, quando a próxima refeição for realizada, a pessoa tende a comer uma quantidade maior de alimentos, principalmente carboidratos. “O jejum leva a um desequilíbrio dos hormônios que controlam o apetite e a saciedade, levando ao aumento da fome, predispondo à compulsão alimentar”, explica a nutricionista Flávia Fuzzi. E com o metabolismo lento, os alimentos são acumulados na forma de gordura.

O que está liberado comer no jantar?

Está liberado comer legumes, verduras, carboidrato e proteína magra como peixes, frango e ovos. Dê preferência aos carboidratos complexos, integrais e ricos em fibras, para que proporcione maior saciedade e você não precise assaltar a geladeira de madrugada.

Texto: Júlia Prado | Consultoria: Isabella Correia, nutricionista clínica e funcional, da Clínica Patrícia Davidson Haiat, do Rio de Janeiro; Flávia Fuzzi, nutricionista membro da câmara técnica do CRN-3, www.crn3.org.br

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.