Conheça nutrientes e exercícios para combater a obesidade na terceira idade

O excesso de peso representa sérios riscos à saúde e, por isso, deve ser contido. Veja dicas para combater a obesidade na terceira idade

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 28/11/2017 às 12:20
Atualizado às 13:04

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Praticar atividades físicas e procurar um nutricionista para elaborar um plano alimentar, que vise atender às necessidades do paciente, contemplando todos os nutrientes, são fatores indispensáveis para combater a obesidade na terceira idade.

“Vitaminas do complexo B, A, D e E, cálcio e zinco são os nutrientes com mais deficiência no idoso”, esclarece a nutricionista. Então, uma boa ideia é apostar em alimentos que sejam fontes dessas substâncias. Confira algumas opções:

1. Vitaminas do complexo B: peixes, abacate, fígado, castanhas, aspargo, espinafre e frango;

2. Vitamina A: gema de ovo, cenoura, manga, mamão, fígado e óleos de peixe;

3. Vitamina D: salmão, sardinha, cogumelo, fígado e manteiga;

4. Vitamina E: semente de girassol, amendoim, pistache, avelã e castanha-do-pará;

5. Cálcio: leite, iogurte, queijos, tofu, feijão, couve, brócolis e ameixa seca;

6. Zinco: frango, grão-de-bico, amendoim, espinafre, linhaça e chocolate amargo.

Os exercícios físicos também devem estar presentes na rotina dos idosos, mas sempre com orientação de um profissional, que vai indicar o tipo e a frequências mais adequados. Descubra algumas opções:

Caminhada

O percurso inicial deve ser curto, sendo aumentado aos poucos, até atingir o tempo de, em média, 30 minutos (três vezes na semana). Além disso, o idoso não deve se esquecer de realizar um alongamento antes e depois da atividade, a fim de evitar lesões.

Natação

Além de fortalecer os músculos e articulações do corpo, ainda é uma aliada na hora de prevenir o aparecimento de lesões, aliviar as dores causadas pela artrite, evitar a perda óssea e diminuir o risco de doenças como hipertensão.

Ioga

A atividade une exercícios de força e equilíbrio, ajudando na melhora da postura, na flexibilidade do corpo e relaxamento das articulações.

LEIA TAMBÉM

Texto: Larissa Tomazini – Edição: Giovane Rocha

Consultoria: Ana Paula Moura, nutricionista

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.