Clara de ovo: famosas apostam na grande aliada da musculação e do emagrecimento

A clara de ovo pode agir como um dos melhores amigos de quem deseja ganhar músculos. Ela fornece energia para os treinos e ajuda na recuperação

None
Foto: Reprodução/Instagram e Estevam Avellar/Rede Globo

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/06/2017 às 16:07
Atualizado às 11:50

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

ATENÇÃO: A clara de ovo deve ser consumida sempre cozida. Além do risco de estar contaminada, quando crua, ela é rica em avidina, uma proteína que bloqueia a absorção de biotina, essencial para a saúde da pele e dos cabelos

Após a prática de um exercício físico, o corpo precisa reabastecer as reservas energéticas dos músculos com o consumo de carboidratos, além de necessitar de fontes de proteína para construir e recuperar as fibras musculares. Desse modo, a crepioca é um alimento perfeito para a volta da academia, pois é fonte de carboidrato (tapioca) e proteína (ovo). Mas por que a clara é priorizada por quem quer ganhar músculos? A nutricionista Eliane Petean Arena explica.

Bandeja de ovos

Foto: Shutterstock.com

Papel das proteínas

O ovo é um alimento rico em proteínas, um componente essencial para o funcionamento do nosso organismo. Basicamente, o papel delas é fornecer material para a construção e manutenção de todos os órgãos e tecidos. A proteína de origem animal, presente no ovo, é considerada completa por conter todos os aminoácidos essenciais.

A clara de ovo é rica em aminoácidos

A proteína da clara possui alto valor biológico, além de todos os aminoácidos essenciais para a formação do organismo. “Essa proteína apresenta quantidades significativas de BCAAs, que são aminoácidos relacionados ao ganho de massa muscular por seu caráter energético e pela sua capacidade de estimular a síntese proteica e a secreção de insulina, fatores que contribuem
para o anabolismo e o anticatabolismo. Além disso, ela ainda é rica em outros aminoácidos que são de alta importância no corpo (como a L-Glutamina, que está intimamente relacionada ao sistema imunológico e à diminuição da fadiga muscular), o que incrementa o potencial orgânico para o trabalho das atividades físicas”, esclarece a nutricionista.

Isis Valverde na praia

Foto: Estevam Avellar/ Rede Globo

Isis Valverde

A atriz Isis Valverde tinha 19 anos quando descobriu ter intolerância permanente ao glúten. Passava mal, fez vários exames e perdeu bastante peso até ser diagnosticada com a doença. Com a ajuda de um médico ortomolecular, a mineira conseguiu eliminar essa proteína do cardápio, e hoje, aos, 27 anos, exibe um corpão comendo quase tudo. “Não faço nenhum sacrifício. Só excluí o glúten. Como de tudo: macarrão, panqueca, bolo… Mas tudo sem glúten. Com a intolerância, você só tem que parar de ingerir o glúten, não precisa ter uma dieta específica”, revelou ao EGO. A bela adora comer a crepioca com mel pela manhã!

Kefera Buchmann amarrando tênis

Foto: Reprodução/Instagram

Kéfera Buchmann

A atriz Kéfera Buchmann é adepta da malhação e da crepioca. Em sua conta do Instagram, ela explicou que usa 2 claras e 2 colheres (sopa) de tapioca para fazê-la e, para o recheio, usa: 1 ovo mexido, queijo mussarela sem lactose, manjericão, cebola roxa e tomate.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Eliane Petean Arena, nutricionista

LEIA MAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.